Candidata socialista acusada de mentir

O município de Viseu diz que não comenta as palavras de Lúcia Silva, candidata a candidata do PS à presidência da autarquia, que em entrevista à Rádio Jornal do Centro acusou a Câmara de empolar os números de participantes nas festas e eventos organizados pelo município durante o ano. A edilidade adianta que não comentará declarações de candidatos a candidatos, “nem se imiscuirá em questões de luta partidária”. “O presidente da Câmara debaterá duma forma democrática com os adversários que se apresentarem ao próximo ano eleitoral no período de campanha. Neste momento está exclusivamente concentrado na governação do concelho”, acrescenta o núcleo de imagem e comunicação da autarquia.

Já a Viseu Marca, entidade organizadora da Feira de S. Mateus, afirma que as declarações de Lúcia Silva “sobre a contagem do número de visitas não são verdadeiras, certamente por deficiente informação”. A organização diz estar disponível para explicar a Lúcia Silva como funciona o sistema de controlo de entradas” no certame, acreditando que posteriormente a “deputada municipal não deixará de corrigir as suas afirmações.”

“Em 2016 foi realizada uma significativa qualificação da Feira de S. Mateus, como é reconhecido pela esmagadora maioria dos viseenses e visitantes. Uma das melhorias introduzidas na edição deste ano foi o reforço da fiabilidade do controlo das entradas.

A Feira de São Mateus contabilizou as mesmas de forma mecânica, computorizada e com a colaboração de empresas especializadas. O sistema utilizado é muito moderno e robusto, provado com êxito em inúmeros outros grandes eventos”, esclarece ainda em comunicado o presidente da Viseu Marca, João Cotta.