Em Oliveira de Frades alunos da secundária exigem aquecimento nas salas de aula

“Queremos aquecimento” foi a palavra de ordem dos cerca de uma centena de alunos que estiveram em protesto esta manhã, à porta da escola secundária de Oliveira de Frades. Eduardo Silva, vice-presidente da Associação de Estudantes refere que neste ano letivo, a escola ainda não teve aquecimento.

Eduardo Silva sublinha que a Associação de estudantes não esteve na organização do protesto. Os alunos apresentaram-se vestidos de mantas pelos ombros, recusando ir às aulas, devido à inexistência de sistema aquecimento nas salas de aula.

A Rádio e o Jornal do Centro contactaram a direcção da escola, que reservou comentários para um comunicado que até  este momento não foi emitido.