Paínças e papas de milho colocam Tendais no mapa

Os próximos dias 25 e 26 de fevereiro vão assinalar o arranque do 1º Festival das Paínças e Papas de Milho do Montemuro. Com a Junta de Freguesia de Tendais como anfitriã, este vai ser um evento que promete juntar o melhor da gastronomia local com as receitas que têm estes ingredientes como “atores” principais.

Com o pavilhão Multiusos do Montemuro como cenário, José Carlos Rodrigues, presidente da Junta de Freguesia de Tendais, explica que este é o culminar de um projeto que já estava na agenda há algum tempo. “É uma ideia que já vinha a ser pensada e vem no seguimento de uma outra atividade que já se realiza e que é organizada pela Associação de Defesa e Promoção da Freguesia de Tendais que é a Feira da Castanha”, a rmou ao Jornal do Centro.

“Paínça era o arroz do antigamente” A paínça é um tipo de milho, onde numa zona são conhecidos como carolos, noutras como mílharos. José Carlos Rodrigues lembra a importância deste tipo de alimento no dia-a-dia dos menos abastados.

“Era no passado um dos produtos usados pelas pessoas que tinham mais dificuldades financeiras, era quase como o arroz do antigamente”, recorda. Com expectativas moderadas, o presidente da Junta de Tendais não esconde que este vai ser um evento para promover a freguesia.

“É uma forma de darmos a conhecer Tendais, tanto ao nível gastronómico, paisagístico e também acerca das nossas tradições. A ideia deste festival passa por darmos de novo valor ao que era a tradição da nossa culinária. Agora estamos expectantes, mas como é a primeira edição será uma incógnita”, afirma.