Feira de S. Mateus recebeu 1 milhão e 150 mil pessoas este ano

Feira de S. Mateus, balanço
17-09-2018
 

Um milhão e 150 mil pessoas. É este o número dos visitantes que passaram este ano pela Feira de S. Mateus, em Viseu. Este número significa que houve menos 50 mil pessoas em comparação com 2017, ano em que o certame franco atingiu a marca das 1,2 milhões de entradas.

Os números foram adiantados pela Viseu Marca, entidade que organiza a feira franca, e não deixam de satisfazer ao presidente da autarquia viseense. Em declarações ao Jornal do Centro, Almeida Henriques considera que a edição 626 da Feira de S. Mateus, que terminou este domingo (16 de setembro), foi a melhor de sempre, destacando o autarca as melhorias que o seu executivo introduziu no evento. 

“Não se trata só da Feira estar mais arrumada, do picadeiro com um palco que tem a cidade como cenário ou da Feira estar mais segura porque está enterrada a parte elétrica. Não se trata só da higiene, com a construção das casas de banho, os copos descartáveis e a perspetiva ambiental que a Feira assumiu até à sensibilização para os mais pequenos, e dos aspetos construtivos, porque ela está toda empedrada”, afirma.

O presidente da Câmara enaltece ainda a zona das enguias, a “aposta ganha” no novo bairro da restauração e a programação realizada na Praça de Viriato, incluindo o palco #viseufolk. Tudo isto teve lugar num certame que teve lucro este ano e que ajudará a subsidiar outras iniciativas culturais que decorrerão em Viseu, segundo revelou o autarca, que também destacou a participação da comunidade local no evento.

Por tudo isto, Almeida Henriques diz mesmo que, se fosse Marcelo Rebelo de Sousa, aprovaria a Feira de S. Mateus com nota elevadíssima. “Eu seria capaz de dar 19,5. Só dou 20 para o próximo ano”, afirma. 

A edição de 2019 da Feira de S. Mateus também já tem datas. A iniciativa volta a Viseu entre os dias 8 de agosto e 15 de setembro.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT