A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

"Paixão" é o novo musical do Conservatório de Música e Artes do Dão

Edição de 5 de julho de 2019
05-07-2019
 

A Associação de Música e Artes do Dão (AMAD) reuniu este ano de 2019, mais uma vez, uma equipa de jovens promissores artistas para liderarem o curso de teatro musical. Com Artur Guimarães na composição e direção musical, Rafael Barreto na encenação e Catarina Alves na direção coreográfica, o grupo vai levar à boca de cena o musical “Paixão”, que estreia este fim de semana, nos dias, 5, 6, e 7 de julho, na Casa da Cultura de Santa Comba Dão.

Em palco vão estar 70 jovens, entre atores, atrizes, bailarinas e bailarinos, músicos e cantores num espetáculo multifacetado pela sua qualidade e elevado nível artístico.

A peça do musical “Paixão” desenvolve-se à volta de muitas dúvidas e interrogações como, por exemplo, “como começar uma conversa depois de mais de 15 anos sem se ver alguém? Será possível manter viva a paixão que outrora sentiram? Será que eles sabem onde ela está? Será que ela ainda existe? Conseguirão mantê-la viva... Uma série de questões que todos gostavam de ver respondidas.

“Paixão” é o espetáculo que também comemora os 10 anos de musicais do Conservatório de Música e Artes do Dão (CMAD). Segundo Paulo Gomes, diretor do CMAD, “este espetáculo tem como personagem principal a “Paixão”. “A paixão existente neste sítio mágico que tantas vidas já mudou. Uma paixão rara de se ver, ouvir, sentir...”, como explica, por seu lado, o encenador, Rafael Barreto.

“É objetivo comum reviver, celebrar e recordar momentos vividos neste espaço tão especial para estas crianças e para as suas famílias, e fazer lembrar o que realmente importa e de que forma podemos conseguir manter o mesmo espírito, elevando a fasquia artística, sem nunca perder a Paixão”, diz Rafael Barreto.

Este musical, criação original desta equipa criativa, reúne uma vez mais jovens artistas em palco, alunos do Conservatório de Música dos concelhos de Santa Comba Dão, de Tábua, de Carregal do Sal, de Viseu, de Mortágua; uma orquestra ao vivo com mais de 30 músicos do CMAD e do Curso Profissional de Música do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão.

Segundo Paulo Gomes, tendo em conta o enorme investimento na componente técnica, “trabalhamos com uma das melhores empresas no mercado nacional a nível de som e luz; os figurinos e adereços estão a cargo da figurinista e professora da ESMAE, Cláudia Ribeiro, o cenário ficará a cargo também de uma empresa reputada no mercado de espetáculos e eventos”.

Em suma, “a AMAD contrata os melhores profissionais destas áreas oriundos dos grandes centros como Lisboa e Porto, que culmina num espetáculo feito por alunos mas com um caráter profissional ao nível do que melhor se faz no teatro musical a nível nacional e internacional”, frisou Paulo Gomes. Colaboram também nesta realização, para além da equipa da direção artística e dos professores que coordenam igualmente as áreas musicais e coreográficas, mais de uma centena de voluntários locais que ajudam na preparação de todas componentes do espetáculo.

Depois da estreia, o musical terá mais uma apresentação na ACERT em Tondela no mês de outubro.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT