A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Académico: uma semana para corrigir entrada em falso

Edição de 2 de agosto de 2019
02-08-2019
 

Depois da derrota ao cair do pano no Estádio Municipal 25 de abril, o Académico de Viseu virou todas as atenções para o arranque da Segunda Liga. Apesar da desilusão que foi o afastamento da Taça da Liga, com a derrota ao cair do pano (90’), o principal objetivo do conjunto treinado por Rui Borges é, agora, o campeonato.

Lembrando a posição reforçada pelo técnico dos viseenses na antevisão ao encontro frente ao Penafiel, a equipa será “ambiciosa e competitiva” e vai voltar a querer dar “a mesma imagem” que deu nas quatro semanas de preparação da temporada e que deixou Rui Borges “muito contente”. Também os reforços que chegaram até então a Viseu satisfazem o treinador que se diz “agarrar” aos jogadores que tem e os classificou como “os melhores”. “Não penso em quem não tenho ou em quem poderá vir ou não. O plantel que tenho dá-me garantias”, assegurou na véspera do jogo em Penafiel.

O timoneiro tem agora uma semana para montar a equipa e voltar, na máxima força, ao norte de Portugal. O tempo é de análise aos momentos menos bons que o plantel permitiu no primeiro confronto oficial da temporada, frente a um adversário “difícil”.

Mas apesar do resultado, no final do encontro, o treinador dos academistas mostrou-se “muito satisfeito” com a exibição dos jogadores, que lhe deram certezas de que farão “um belíssimo campeonato”. “Se tivermos exatamente o mesmo compromisso, a mesma entrega, concentração e ambição em ganhar, faremos um excelente campeonato”, frisou.

O encontro foi pautado por equilíbrio. Até ao derradeiro minuto do tempo regulamentar o marcador ditava o empate. Quando já tudo fazia prever a decisão por grandes penalidades, o experiente ponta de lança Pires resolveu a partida e carimbou a passagem do Penafiel à segunda fase da competição, onde a equipa vai, agora, defrontar o Tondela, num encontro marcado para este sábado, dia 3 de agosto, às 16h00.

11 manter-se-á?

Depois de na época passada ter garantido a manutenção apenas na penúltima jornada no Fontelo, também frente ao Penafiel, a equipa de Rui Borges dá o pontapé de saída no campeonato desta época com o objetivo de prolongar essa marca: da vitória. Apesar de ter saído derrotado logo no primeiro encontro oficial de 2019/2020, agora é novamente em Penafiel que os academistas têm em mente ficar com os três pontos.

O timoneiro do emblema beirão deve manter a aposta na equipa que começou a partida no Estádio Municipal 25 de abril, sendo de prever que o conjunto entre novamente com um sistema de quatro defesas com Pica, Tiago Almeida, Jorge Miguel e Medina com lugar cativo. No meio, Fernando Ferreira terá a companhia de Diogo Santos e Kelvin. Com a missão de apoiar João Mário na frente, manterá Bruninho, que chegou do Mafra. A ausência de Luisinho, devido a lesão, é que promete ser uma dor de cabeça para Rui Borges.

De fora das contas do treinador ficaram o central cabo-verdiano Félix Mathaus (ex-Oliveirense) e que integrou o plantel no início de junho, João Oliveira, que chegou do Vizela, Lucas e o guarda-redes Elísio.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT