A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Castro Daire quer sair da "zona vermelha" do Campeonato de Portugal

Edição de 1 de novembro de 2019
02-11-2019
 

O início não foi fácil, mas à medida que o campeonato avança o Castro Daire vai somando pontos que podem vir a tornar-se preciosos na luta pela manutenção. Depois de cinco derrotas consecutivas, o clube treinado por Vasco Almeida não perde desde 22 de setembro e, nos últimos três jogos, ganhou dois e empatou outro.

O Castro Daire, que é um estreante no Campeonato de Portugal, tem aproveitado o fator casa para somar vitórias, mas o próximo jogo é fora. Na última deslocação, os castrenses somaram um importante ponto em Espinho, frente ao Sporting local. Segue-se o Amarante, clube que tem, à partida para este jogo, o mesmo número de pontos da equipa do distrito de Viseu: sete.

Na antevisão a este jogo é certo afirmar-se que, quer o Castro Daire, quer o Amarante vivem as melhores fases da temporada. O Castro Daire não perde há três jogos, o Amarante soma duas vitórias consecutivas. Nesta época, a jogar em casa, no Estádio Municipal de Amarante, a equipa portuense só ganhou um jogo, no caso frente ao Ginásio Figueirense. Sobram duas derrotas, um empate e um dado curioso que diz respeito ao conjunto dos jogos realizados pelo Amarante: é que a equipa só marcou em metade dos jogos.

O clube onde nasceu Nuno Gomes

O Amarante Futebol Clube, assim se chama a formação nortenha, tem sede em Amarante, no distrito do Porto. No historial, não tem nenhuma presença nem na Primeira Liga, nem na Segunda Divisão. O clube, que nasceu em 1923, foi o ponto de partida para Nuno Gomes. O antigo futebolista português passou por equipas como o Boavista, a Fiorentina, o Braga e o Blackburn Rovers, mas foi no Benfica que se destacou, equipa onde em 399 jogos apontou 166 golos e foi duas vezes campeão nacional.

Lusitano joga contra equipa que aproveita bem o fator casa

A viver um bom momento na Série B do Campeonato de Portugal está o Lusitano de Vildemoinhos que continua a ser a única equipa neste campeonato que ainda não empatou.

A equipa treinada por Rogério Sousa vai defrontar, novamente, uma equipa do concelho de Vila Nova de Gaia. Depois de vencer o Valadares por duas bolas a uma, a turma de Vildemoinhos viaja até à outra margem do Rio Douro para jogar contra o Canelas 2010. É no Estádio do Canelas Gaia Futebol Clube que o Lusitano vai tentar “engatar” a terceira vitória consecutiva e somar três importantes pontos que o podem levar, com algumas conjugações de resultados, ao segundo lugar do campeonato. Os trambelos estão a quatro pontos do líder, o Arouca.

Se olharmos para o que tem feito o Canelas 2010, a equipa capitaneada por Fernando Madureira, líder da claque afeta ao Futebol Clube do Porto, os Super Dragões, vem de uma derrota em Castro Daire por uma bola a zero. Antes desse desaire, três jogos sem perder. A jogar em Vila Nova de Gaia, o Canelas só por uma vez não somou os três pontos: foi logo a abrir o campeonato, quando empatou a um golo frente ao Felgueiras 1932. Daí para a frente aproveitou sempre (e de que maneira!) o fator casa: três jogos, três vitórias.

O Lusitano, a jogar fora de Vildemoinhos tem uma prestação semelhante ao do Canelas a jogar no seu estádio, com uma pequena diferença. Os trambelos ganharam, igualmente, três dos quatro jogos, mas perderam o jogo que falta nestas contas.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT