A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Equipa do Tondela espalhada pelo mundo

Edição de 6 de setembro de 2019
08-09-2019
 

O Tondela anunciou para esta época 14 reforços. Analisando esta quase dezena e meia de jogadores, só quatro deles é que são de nacionalidade portuguesa, todos os outros são estrangeiros. Até ao momento quatro atletas foram já chamados para vestir as cores do seu país.

Jonathan Toro, Rubilio Castillo, Jaquité e Jhon Murillo. Jonathan Toro, avançado de apenas 22 anos, chegou ao Tondela no mercado de verão e já conseguiu dar nas vistas. As boas exibições não passaram despercebidas aos olhos de Fabián Coto, selecionador das Honduras, que convocou o jovem jogador para se juntar ao restante plantel que vai disputar dois jogos amigáveis.

A tão desejada estreia foi a 5 de setembro, dia em que as Honduras mediu forças com Porto Rico. Já no dia 10 de setembro, o amigável é frente ao Chile.

Esta não é a primeira vez que Jonathan Toro representa o seu país, uma vez que já passou pelas seleções sub-17 e sub-20 das Honduras.

Em declarações na página oficial do Tondela, o avançado confessou estar “muito feliz”. “Graças a Deus fui convocado. É um sonho tornado realidade poder representar a seleção A do meu País. É sinal que estou a fazer as coisas bem no Tondela. Vou com toda a vontade para dar tudo pelas Honduras”, afirmou.

Jonathan vai, mas leva companhia

O número 11 do Tondela, Rubilio Castillo, junta-se a Toro no lote de atacantes convocados por Fabián Coto, para esta dupla jornada de amigáveis. Esta já não é a primeira vez que o avançado hondurenho veste a camisola da seleção A, sendo que já soma 36 jogos e seis golos ao serviço da principal formação das Honduras.

Prata da casa vai à seleção outra vez

Formado no Tondela, Jaquité está no lote dos 20 jogadores chamados por Baciro Candé, timoneiro da Guiné-Bissau. A começar de se tornar rotina, o médio da formação já representou o seu país em cinco jogos oficiais e mais recentemente no Campeonato Africano das Nações 2019, que se jogou no Egito.

Desta vez, João Jaquité foi convocado para a dupla jornada frente a São Tomé e Príncipe, a contar para a pré-eliminatória de acesso à fase de grupos de qualificação para o Mundial 2022, que vai ser jogado no Qatar.

A primeira mão foi disputada a 4 de setembro na cidade de São Tomé (São Tomé e Príncipe), já a segunda vai ser jogada em Bissau a 10 de setembro.

Convocatória virou rotina

O avançado do Tondela, Jhon Murillo, foi novamente convocado para vestir as cores da Venezuela. O selecionador Rafael Dudamel chamou 23 jogadores para o encontro amigável frente à Colômbia e o atacante está a tornar-se escolha habitual do técnico. Murillo já soma 33 jogos com a camisola da “Vinotinto”, 19 dos quais a titular. No que diz respeito a golos, o avançado de 24 anos já faturou por quatro vezes.

O encontro frente à Colômbia, treinada pelo português Carlos Queiroz, está agendado para o próximo dia 10 de setembro em Tampa, nos Estados Unidos da América.

O lado inverso

De fora da lista de selecionados de Fernando Santos, timoneiro da Seleção de Portugal, está, mais uma vez, Cláudio Ramos, o guarda-redes do Tondela, que no passado foi convocado duas vezes para a equipa das quinas. O guardião do Tondela foi chamado a 31 de agosto do ano passado para defrontar as seleções da Croácia e da Itália, em jogos a contar para a Liga das Nações, assim como no dia 10 de abril, para a partida frente à Polónia, para a mesma competição. Cláudio Ramos estreou-se como internacional A no encontro de preparação frente à Escócia, no dia 14 de outubro de 2018.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT