A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Equipas de Viseu medem forças este domingo

Lusitano, Cinfães, Campeonato de Portugal, Viseu
07-10-2018
 

A equipa do norte do distrito continua sem vencer no campeonato. Já os trambelos contam mais vitórias (4) que derrotas (2)

A passagem à próxima eliminatória da Taça de Portugal é uma força extra de motivação para o Lusitano que este domingo recebe o Cinfães, penúltimo classificado da Série B do Campeonato de Portugal. “Vitórias trazem vitórias. Trazem dinâmicas de vitórias. Termos passado na Taça traz-nos moral para este jogo”, assume Rogério Sousa, treinador dos trambelos.
Apesar dos resultados pouco positivos do conjunto do norte do distrito esta época, o técnico não menospreza o adversário, esperando “grandes dificuldades” frente à equipa comandada por Flávio das Neves. Lembra, ainda, que antes do início do campeonato, o Cinfães era tido como um “potencial candidato à passagem” à próxima fase e, por isso, mantém o respeito que tinha pelo clube. “O Cinfães é uma equipa muito competitiva, que não começou bem o campeonato, mas que tem excelentes jogadores. Tem um plantel muito recheado e um treinador com muita experiência nesta divisão”, reconhece Rogério Sousa.
O técnico acredita que a proximidade geográfica das duas equipas traz ainda outra disputa e emoção ao encontro da tarde de domingo, no Estádio dos Trambelos, onde a equipa às suas ordens tem de ter “vontade de ganhar”.

Cinfães “tudo fará para arrecadar os três pontos”

À sétima jornada, o Cinfães continua sem ganhar no campeonato. Seis jogos, cinco derrotas, um ponto na tabela classificativa. Apesar dos resultados menos positivos, o técnico, Flávio das Neves, ao comando da equipa há três semanas, continua a dizer que a formação não tem merecido perder. A falha que aponta reside na falta de atletas. “Estou juntamente com a direção, a ajustar a equipa e a ver jogadores que nos possam vir a ajudar a tentar colmatar algumas lacunas”, diz.
O treinador cinfanense assume que precisa de mais e melhores atletas para juntar à “excelente estrutura dorsal” da equipa, porém, com “muitas carências”. “As posições estão mais que identificadas, mas mais vale esperar e ter paciência correndo o risco de continuar a não somar pontos porque os alvos têm que ser melhores do que aqueles que lá estão”, afirma.
Depois da vinda desses “três ou quatro jogadores”, Flávio das Neves, não tem “dúvidas nenhumas” de que o Cinfães possa andar “dez jogos sem perder”, mas, enquanto isso não acontecer “terá dificuldades”.
Este será o quarto encontro do Cinfães às ordens de Flávio das Neves, em que o clube “tudo fará para arrecadar os três pontos”.

Equipa do Norte ganhou maioria dos encontros

Os números não enganam. Em nove jogos disputados entre as duas equipas, o Cinfães ganhou quatro, perdeu três e empatou dois. Também em número de golos, supera o Lusitano de Vildemoinhos. Doze golos marcados contra nove sofridos. Enquanto que os trambelos somam 12 sofridos e nove marcados. 





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT