A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Lamego vibra com Supertaças de andebol este domingo

Edição de 23 de agosto de 2019
23-08-2019
 

O Pavilhão Multiusos de Lamego vai ser palco das duas Supertaças Portuguesas de Andebol, tanto a masculina como a feminina, este domingo (25 de agosto).

A Supertaça de andebol masculino vai colocar em confronto o atual campeão do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, o FC Porto, que conta já com seis supertaças no seu currículo, e o Águas Santas, equipa de andebol da Primeira Divisão com sede na vila do mesmo nome, no concelho da Maia. Tendo o FC Porto ganho tanto o campeonato na época transata, assim como a Taça de Portugal, ao vencer a equipa da Maia por um golo, é a equipa finalista da última edição da taça de andebol que se desloca a Lamego para defrontar os azuis e brancos. O jogo está agendado para as 18h30.

De igual modo se processa a Supertaça de andebol feminino, que decorre às 16h00, e leva ao Pavilhão Multiusos de Lamego o Colégio de Gaia, atual campeão da I Divisão Feminina de Andebol, e o CS Madeira, finalista da Taça de Portugal de andebol feminino, tendo perdido frente à equipa de Gaia. Os bilhetes para as Supertaças têm um custo de cinco euros e são válidos para ambos os jogos.

Já no sábado (dia 24), pelas 21h15, acontece a IX Gala do Andebol na mesma cidade, estando a realização do evento prevista no Teatro Ribeiro Conceição, onde se dará a conhecer os vencedores de cada categoria do andebol nacional.

O coordenador técnico do Andebol Clube de Lamego, Luís Machado, explica que a organização das Supertaças envolve alguns atletas, diretores e encarregados de educação do clube de Lamego. Embora a envolvência na Gala do Andebol não seja tão acentuada, os membros do clube vão estar, relativamente aos jogos, responsáveis por aspetos como “a divulgação do evento, a limpeza do piso durante o jogo, o bar da nossa organização também vai estar no pavilhão, a bilheteira é connosco, e tudo o que estiver relacionado com o speaker será da nossa responsabilidade”, explica o coordenador técnico.

Para Luís Machado, este tipo de eventos tem sempre impacto, dentro da modalidade, na região, pois “coloca frente a frente o vencedor da Taça de Portugal e o vencedor do Campeonato Nacional”. Relativamente à população mais jovem, Luís Machado explica que “existe sempre impacto, principalmente para os clubes, que conseguem que os atletas mais novos ou alunos da escola consigam ver a modalidade de outra forma, porque muitas vezes não existe essa oportunidade”.

“Mesmo os nossos atletas muitas vezes não têm oportunidade de ver estes eventos, porque ou têm um jogo, ou quando há um encontro destes normalmente nunca é no interior do país”, esclarece o coordenador técnico do Andebol Clube de Lamego.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT