A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Lusitano e Castro Daire já conhecem o calendário da nova época

26-07-2019
 

É a 18 de agosto, um domingo, que o Castro Daire e o Lusitano vão cumprir a primeira jornada da nova época no Campeonato de Portugal, que vai ser de estreia para o conjunto castrense. As duas equipas jogam em casa. O Castro Daire recebe o Leça e o Lusitano vai jogar com o Vila Real. Os dois clubes, os únicos do distrito a alinhar nesta prova, vão medir forças entre si logo na quarta jornada, num encontro que está agendado para o dia 15 de setembro. Na segunda volta, o jogo acontece no reduto dos trambelos a 9 de fevereiro. Pelo meio, o Castro Daire viaja até Espinho, para defrontar o Sporting local, a 13 de outubro, e recebe, à 10ª jornada, o Arouca, equipa que na época 2016/2017 alinhava entre a elite dos clubes nacionais. Quanto ao calendário do Lusitano de Vildemoinhos, a equipa de Rogério Sousa, para além dos clássicos frente ao Castro Daire, recebe, no Estádio dos Trambelos, na primeira volta, dois dos adversários teoricamente mais fortes. Na jornada seis joga dentro de portas com o Espinho e à 14ª com o Arouca. Para o treinador do Lusitano, Rogério Sousa, o facto de a equipa começar a época em casa “pode ser um bom sinal”. “Temos que começar bem. Temos de nos começar a focar já neste primeiro jogo, começar a preparar isto porque vai ser um jogo complicado, contra uma equipa que subiu de divisão, que traz dinâmica de vitórias da subida. Por isso, sabemos que traz sempre complicações, mas vamos entrar em força de certeza no campeonato”, assume o técnico, realçando que esta série B vai ser “complicada”. Já quanto ao embate com o Castro Daire, marcado já para setembro, Rogério Sousa afasta a pressão. Considera que esse vai ser “mais um jogo”, contra uma equipa e um conjunto técnico que bem conhece. “Ser da Associação de Futebol de Viseu não tem grande significado em relação ao resto dos adversários. Não temos que valorizar, nem desvalorizar em relação aos outros adversários. Ser em casa ou fora, a primeira volta é fora, a segunda é em casa. O sintético poderá ser um fator de vantagem para eles, mas isso vale o que vale e não estamos, para já, a pensar no Castro Daire, de maneira nenhuma”, refere. O Jornal do Centro tentou sem sucesso contactar os responsáveis do Castro Daire, até ao fecho de edição.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT