A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Segunda Divisão de futsal: equipas de Viseu defrontam candidatos à subida

Edição de 4 de outubro de 2019
04-10-2019
 

Na ronda inaugural da Segunda Divisão (série C) foi a equipa de Resende (S. Martinho de Mouros) quem começou melhor, com uma vitória sobre o Domus Nostra; enquanto que a formação de Nelas perdeu no terreno do Azagães. Na última jornada, o desfecho foi outro e os resultados foram diferentes.

No primeiro jogo da temporada 2019/2020, o ABC saiu derrotado pela margem mínima de Oliveira de Azeméis (6-5), mas na segunda jornada da Segunda Divisão nacional de futsal, a equipa de Rui Almeida conheceu o sabor da vitória ao vencer o Domus Nostra por seis bolas a duas. O foco agora é outro e as atenções do conjunto de Nelas estão já viradas para o próximo encontro frente ao Lobitos.

Quanto ao próximo adversário, o técnico do ABC adianta que se trata de “uma equipa bastante complicada, muito bem organizada, com qualidade individual e coletiva” e que se reforçou com “jogadores de enorme qualidade”. Rui Almeida não esconde que sabe “que vai ser um jogo bastante complicado” e assume que é “um teste para o ABC, aquilo que podemos fazer e à competitividade que apresentamos já neste momento”.

O treinador nelense afirma que o encontro “aparece num bom momento”, acrescentando que esta fase positiva da equipa se deve ao facto de estarem “a chegar atletas que estavam de fora por elsão e que faziam falta”. “Vai ser um ABC bem mais capaz e a lutar pelos três pontos”.

Para fazer face a um adversário como o Lobitos, Rui Almeida assegura que vão “ter que estar ao melhor nível para conseguir vencer”. Para isso, o técnico tem a lição bem estudada e sabe quais são os pontos fortes do adversário, nomeadamente o uso do “cinco para quatro”.

S. Martinho Mouros/Dínamo Sanjoanense

Depois de uma estreia de sonho com uma vitória e com a ascensão ao primeiro lugar da Série C da Segunda Divisão de futsal, na segunda jornada o desfecho já foi diferente. O emblema de Resende não conseguiu superiorizar-se ao seu adversário e saiu derrotado por 7-8, no primeiro jogo diante dos seus adeptos.

Mas como águas passadas não movem moinhos, Renato Costa, treinador do S. Martinho de Mouros, assume que já “estão a pensar no próximo jogo” frente ao Sanjoanense. Pela frente, um dos mais sérios candidatos à fase de campeão e, possivelmente, à subida de divisão.

Quando ao adversário, o técnico afirma que “é uma equipa fortíssima, liderada por um grande treinador, organizada e com grandes aspirações neste campeonato”.

Renato Costa não esquece que o S. Martinho de Mouros é uma equipa que se está a estrear nos campeonatos nacionais, mas garante que apesar disso é “ambiciosa”. O treinador mostra-se consciente do desafio que tem pela frente e assume que sabe “que a missão não vai ser nada fácil”, mas acredita que “é possível surpreender o Sanjoanense”.

O técnico termina a dizer que têm que “ter essa fé, essa crença e essa ambição”, mas reforça dizendo que sabem que “vai ser bastante difícil”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT