A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Tondela "silencioso" no mercado de transferências

Edição de 31 de maio de 2019
31-05-2019
 

Após a saída de Pepa do comando técnico do Tondela, são já alguns os nomes apontados para o sucessor do técnico. O primeiro candidato a ser o é o espanhol Júlio Velázquez. O treinador já é conhecido no campeonato português, tendo treinado o Belenenses em 2015/2016 e, parte, de 2016/2017. Na sua passagem por Portugal, o técnico teve um registo de 10 vitórias, 11 empates e 10 derrotas ao serviço da equipa atualmente treinada por Silas.

O Tondela que tem como diretor geral um espanhol está de olho no treinador que, atualmente, se encontra livre no mercado, após ter passado pela Udinese de Itália. Esta é uma solução que tem em vista manter o objetivo da manutenção mas de forma mais estável, evitando sobressaltos como os que até ao momento já “assombraram” o clube.

Luisito é outro nome que surge na corrida ao lugar deixado por Pepa. Os jornais desportivos avançaram com o nome deste técnico espanhol que tem estado ao comando do Desportivo da Corunha B.

Até ao final desta semana estava convocada uma reunião para decidir quem é o futuro treinador.

Saída com “naturalidade”

Num rescaldo feito por Pepa ao Jornal do Centro, o ex-treinador do Tondela refere que “foi um terminar normal de um fim de ciclo”, rejeitando qualquer incompatibilidade. O técnico sai do clube mas afirma que prefere recordar “as coisas muito boas que conquistámos, que fizemos juntos”, acrescentando ainda que prefere ver o terminar da sua jornada em Tondela “com naturalidade”.

Questionado se o facto de estar há tanto tempo à frente da equipa foi um dos motivos para a sua saída, Pepa refere que “a saturação é algo inerente por tanto tempo à frente de um clube, o que é normal”, mas afirma que “é uma saturação que foi sempre pautada por ser o melhor para o clube, o melhor para o Tondela, o melhor para os jogadores”. Ainda é desconhecido qual o destino de Pepa.

As saídas

O lateral do Tondela, David Bruno, anunciou no último domingo (26 de maio) o fim da sua ligação ao clube. Ao fim de três épocas a representar a equipa beirã, o defesa termina a sua relação com o clube, após uma época onde jogou 22 jogos e marcou um golo. “Terminou o meu ciclo ao serviço do CD Tondela! Três anos de muitas lutas, obstáculos, momentos bons e menos bons, mas no fim o principal objetivo foi sempre alcançado: manter o Tondela no principal escalão do futebol português. Um muito obrigado a todos aqueles que sempre me trataram bem e acarinharam, serei mais um a torcer por vocês”, pode ler-se na página oficial de David Bruno no Facebook.

Quanto ao futuro, o jogador não abriu o livro e deixa em aberto a sua equipa de destino.

Também a saída de Tomané está iminente e o avançado terá já recebido propostas de alguns clubes, entre eles o Braga, o Estrela Vermelha da Sérvia e, mais recentemente, um clube da Arábia Saudita e ainda o Galatasaray, da Túrquia.

O clube bracarense ao que tudo indica terá interesse em contratar o jogador, tendo em vista a possível saída do seu ponta-de-lança Dyego Sousa. Tomané surge como a solução para colmatar o desfalque na frente de ataque do Braga.

A ser confirmada esta transferência, o jogador estará de volta ao Minho após ter passado pelo Vitória de Guimarães há três épocas. Esta foi a melhor época do avançado, tendo marcado 14 golos em 36 jogos ao serviço do Tondela.

A história de Cláudio Ramos com o Tondela pode também estar perto do fim e o guardião pode mesmo abandonar a equipa na próxima época. As suas boas exibições são vistas com bons olhos e existem alguns interessados.

Sem haver confirmação da sua saída da equipa beirã, é esperado que na próxima época o Tondela tenha que encontrar um sucessor para o guarda-redes que representa o clube desde 2012.

Ao que tudo indicia, também o lateral do Tondela, Joãozinho, estará de saída do clube para o estrangeiro. A equipa beirã tem assim a lateral esquerda sem jogadores, uma vez que o outro lateral, João Reis, está a recuperar de uma grave lesão do joelho, ao qual foi operado no mês passado. Será necessário recorrer ao mercado de transferências para colmatar estas “baixas” de modo a não ter a defesa desfalcada.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT