A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Retrato dos Municípios: Cinfães, Lamego, Mangualde e Moimenta da Beira

Edição de 16 de novembro de 2018
16-11-2018
 

Cinfães: aposta nas infraestruturas e comunicações

O investimento nas infraestruturas de transporte, comunicações e ordenamento é uma das apostas do município cinfanense, no norte do distrito de Viseu, que tem perto de 400 quilómetros de vias municipais. Com um orçamento de cerca de 20 milhões, Cinfães quer continuar a ser a “capital” da carne arouquesa.

Lamego: “capital” do Douro

Lamego, concelho do vinho do Douro e do turismo religioso com o seu Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. “Capital” do norte do distrito de Viseu, o município quer assumir-se como um pólo atrativo para a economia e turismo. Para 2019, a autarquia conta com um orçamento superior as 29 milhões de euros, documento que, entretanto, ainda não foi aprovado em sede do executivo. A requalificação do centro urbano e a mobilidade são as obras estruturantes.

Mangualde: “cluster do automóvel”

“Capital” do automóvel, esta é uma das indústrias com grande peso (há também o setor das madeiras e confeções) num concelho que aposta também na sua história e na gastronomia. Vinte e seis milhões de euros é o orçamento da autarquia para 2019 e destinado a “obras estruturantes” como água, saneamento e rodovias. A regeneração urbana e qualidade de vida dos cidadãos, nomeadamente na educação, são outras áreas prioritárias.

Moimenta da Beira: a indústria e o ambiente no pelotão dos investimentos

Terra do “demo”, da maçã, do espumante e de Aquilino Ribeiro. É um concelho que para 2019 conta com um orçamento autárquico de 13 milhões e 750 mil euros. A requalificação da Escola Secundária e do Largo do Tabolado são duas das obras que o município quer ver, brevemente, concretizadas. O orçamento contempla ainda investimentos na mobilidade.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT