A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Pro Rent Events: "Vemos desafios onde os outros encontram problemas"

Edição de 7 de setembro de 2018
10-09-2018
 

Luís Lopes é gestor da PRE – Pro Rent Events e do Grupo Hi-Fi que nasceu em 2006. Doze anos passaram e o balanço a fazer é positivo. Cada vez mais procurada, a marca PRE cresce à medida que surjam ideias arrojadas ou não fosse este um mercado feito de criatividade e astúcia.

O sonho começou em 2006. Pode partilhar a história da PRE, a Pro Rent Events?
A PRE é uma marca que nasceu há 12 anos quando surgiu o grupo musical Hi-Fi. Começámos a fazer a produção dos espetáculos deste grupo e ao longo dos anos surgiram-nos outras produções na área dos espetáculos, por exemplo a Queima das Fitas na qual já estamos envolvidos há onze anos consecutivos ou a Semana Académica de Leiria. Há quatro anos criámos uma nova marca para distinguir o que era os Hi-Fi, por um lado, e a PRE, por outro. Trabalhamos para podermos surpreender a cada projeto em que estamos envolvidos. Não somos meros fornecedores de equipamentos, o que fazemos é acrescentar valor às ambições dos nossos clientes. Na área dos eventos, o que nos distingue de outras empresas são as nossas equipas, as parcerias que temos com outras empresas. As pessoas que trabalham connosco fazem com que as coisas possam acontecer. Somos, neste momento, 45 profissionais entre colaboradores fixos e freelancers a trabalhar quer na parte artística, quer no backoffice, na gestão... Já nos podemos considerar um projeto arrojado. O que nos distingue é exatamente a vontade de fazer diferente: nós não vemos problemas, vemos desafios.

Como é que se idealiza um espetáculo?
A primeira fase é sempre a mais complicada, como acontece com qualquer projeto de criação artística. Nasce com uma vontade e uma ideia, pontas soltas que resultam de um conjunto de pessoas que absorvem o projeto e interagem para que se defina uma solução, quer na área da produção técnica quer na criativa. No caso de Hi-Fi, o âmbito dos espetáculos desta banda são bastante diversos: ora estamos numa semana académica, ora somos convidados por um município, no dia a seguir surge um outro âmbito distinto dos dois anteriores. Para que isto aconteça, todos os espetáculos de Hi-Fi são desenhados para que se possa dar uma resposta distinta, dependendo do âmbito da atuação. Tivemos muita honra em produzir a Celebração da Primavera, do Jornal do Centro, no Teatro Viriato, que foi considerado um sucesso. Recordo-me da primeira reunião que tivemos com a equipa do Jornal do Centro, já havia ideias bastante desenvolvidas, havia uma ideia-base daquilo que se pretendia mas depois estabelecemos em que formato, cenário a montar, o alinhamento do evento, tudo. Há sempre mais reuniões para se dormir sobre o assunto, cruzando ideias e esse desenvolvimento da parte da criação é um processo contínuo. É como uma música: nunca se acaba. No final dos espetáculos, assume-se que há coisas a melhorar, a fazer de forma diferente. Concentramo-nos no que correu bem e menos bem. Não há eventos perfeitos, há desafios inacabados.

Uma empresa não vive necessariamente de prémios mas o reconhecimento público pode fazer a diferença. Que distinções ou prémios podemos destacar?
Uma das nossas vertentes é a ativação de marcas. No final do ano passado envolvemo-nos num projeto bastante arrojado com o Grupo Aquinos. Este grupo lançou-se em Paris numa feira de novas marcas. Lançaram-nos o desafio de liderar a execução de um stand onde foi feita a apresentação da empresa. Estamos a falar de uma feira à escala mundial, onde passam muitos milhares de clientes da rede de negócios da área do mobiliário. E acabámos por vencer o primeiro prémio do “Espritmeuble 2017”. Nunca tínhamos feito nada a esta escala, foi feito um investimento de meio milhão de euros e nesse primeiro desafio conseguimos com que o prémio fosse trazido para Portugal, para o nosso cliente. Isso orgulhou-nos imenso.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT