A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Da Ucrânia para "a calma" de Viseu

Edição de 14 de junho de 2019
16-06-2019
 

Bogdan Maikut deixou o país natal, a Ucrânia, em 2011. Fixou-se em Viseu e não mais deixou a cidade de Viriato, onde conheceu a mulher com quem veio a casar.

Este emigrante, de 28 anos, veio para o nosso país “para ganhar dinheiro” e a ideia era depois regressar. “Mas… gostei muito de Portugal e decidi ficar cá”, conta.

Bogdan diz que a “mudança foi fácil” e que a primeira impressão que teve quando chegou foi a que estava num “país totalmente diferente” do seu. “Reparei que vida aqui é muito calma, tudo se faz devagar de mais. Gostei logo no início. Gosto de viver em Portugal, pois encontrei cá o amor da minha vida. Conheci e casei com a minha esposa Oksana em 2014”, revela.

Este ucraniano trabalha na área da construção civil por contra própria. Não esconde que já se sentiu discriminado por ser estrangeiro e acrescenta que no nosso país não é “fácil” a vida para quem vem de fora.

Em Portugal, aprecia o oceano e o FC Porto é agora o seu clube do coração. “Gosto de Viseu porque a cidade é calma e verde (cidade-jardim). Não gosto da maneira como conduzem algumas pessoas em Viseu. Parece que não existem regras para eles”, lamenta.

Da Ucrânia, é da família e dos amigos que Bogdan Maikut mais sente falta. Para matar saudades dos seus, visita o país natal e que não esquece pelo menos uma vez por ano, mas é pela cidade de Viriato que quer ficar, pelo menos por agora.

“Depois de organizar a vida em Portugal não será fácil mudar para país de onde saí, pois já cá estou há oito anos. Mas…quem sabe?”, conclui.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT