A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

De Betim para Viseu

Edição de 10 de maio de 2019
12-05-2019
 

Ainda só chegou a Portugal há quatro meses e meio, mas Hedrey Rafael Silva já sabe que é por terras lusitanas que quer ficar. Com 21 anos, deixou a cidade de Betim, no estado de Minas Gerais, e mudou-se para o nosso país para ter mais “qualidade de vida”, mas também para continuar os estudos. No Brasil estava a tirar o curso de engenharia eletrónica e é essa formação que conta concluir no Instituto Politécnico de Viseu.

Hedrey garante que teve uma boa receção e que o que encontrou deste lado do atlântico era o que esperava. “Um lugar mais tranquilo que me proporcionaria uma sensação de segurança maior do que onde vivia. Gostei logo de início, Viseu é uma cidade muito bem cuidada, um lugar muito agradável de se viver”, diz.

Este brasileiro conta que não sofreu qualquer discriminação por ser estrangeiro e acrescenta que até sentiu interesse da parte dos portugueses pelas diferenças culturais entre os dois países. “Fui muito bem recebido nos ambientes em que frequento, contei com uma boa vizinhança que me acolheu e à minha família muito bem”, revela.

Em Viseu e em Portugal o que este imigrante mais aprecia “é a sensação de segurança”, o “poder andar tranquilamente nas ruas a qualquer hora do dia”, algo que “é realmente raro no Brasil”. “Não gosto da burocracia em Portugal, porque não difere muito do Brasil e em Viseu o sistema de transportes públicos deixa algo a desejar. Não tem uma grande frota de autocarros”, lamenta.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT