A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

De Inglaterra para Parada de Gonta

Edição de 4 de janeiro de 2019
06-01-2019
 

A britânica Caroline Forestier-Walker chegou a Portugal há 12 anos. Veio para Parada de Gonta, no concelho de Tondela, para trabalhar como chefe de cozinha num espaço de turismo rural que os pais tinham aberto numa quinta que compraram em 2005. Já tinha trabalhado no ramo da hotelaria em várias cidades do sul de Inglaterra, e também na Austrália.

Caroline Forestier-Walker apaixonou-se pelo nosso país e por um português com quem teve dois filhos, Tomás e José, e por cá tem ficado desde que chegou em 2006. “Continuo a ajudar a minha família na cozinha quando ela precisa, sobretudo na vindima e na apanha da azeitona”, conta.

Os irmãos de Caroline permanecem no Reino Unido, mas nas férias deslocam-se sempre para Parada de Conta. Sempre que pode, esta imigrante regressa ao país natal para rever a família e amigos, mas garante agora o seu lar é em Portugal. “Não acredito que possa viver noutro sítio. Adoro o país”, afirma, acrescentando que o que mais gosta é das pessoas, que são simpáticas e amigáveis. “Muitas vezes chego a casa e tenho à porta um saco de vegetais de alguém da aldeia”, refere.

Caroline não poupa nos elogios à comida e aos vinhos da região, que descreve como bons. “Os produtos são muitos frescos e conseguimos cultivar legumes no nosso jardim”, adianta.

Quando lhe perguntamos que pontos negativos tem a apontar a Portugal, esta britânica diz que nada tem a dizer. “É por isso que vivo aqui”, sustenta, realçando que adora o local onde vive, perto de Viseu que é “uma cidade fantástica, com tudo o que precisas: centros comerciais, cafés, bares, restaurantes, cultura, vinhas”. “É uma cidade maravilhosa e nós adoramos, assim como os hóspedes do nosso espaço de turismo rural”, assegura.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT