A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Aguiar da Beira: Mais de cinco mil euros para pagar horas extras a funcionários da Câmara

Edição de 14 de dezembro de 2018
16-12-2018
 

A Câmara de Aguiar da Beira vai pagar um total de 5.624 euros de horas extraordinárias que estavam por regularizar junto dos funcionários dos serviços externos. As contas foram apresentadas em reunião do executivo após a realização de um levantamento. A vice-presidente da autarquia, Rita Mendes, explicou que o montante diz respeito a “serviço prestado acumulado de vários anos e mandatos autárquicos”.

“Após audição dos interessados e da sua opção entre compensação por folgas, quando possível, e o pagamento de trabalho suplementar, o apuramento traduz o pagamento de 5.624.01 euros de trabalho suplementar, 1.988,14 relativos a subsídios de refeição e ainda 511 dias de descanso compensatório”, acrescentou.

O vereador do PSD Fernando Pires disse que “a opção pelo pagamento é uma forma de gestão do atual executivo”, sendo que por ele deveria ser concedido aos funcionários municipais “descanso compensatório e não pagamento”.

Na resposta, a vice-presidente e vereadora Rita Mendes argumentou que “os pagamentos referidos e os descansos compensatórios apurados resultam da opção individual de cada trabalhador, e conforme determina a lei, não sendo uma opção do executivo”.

Site sem protocolos

O vereador social-democrata queixou-se ainda de o protocolo assinado entre o município e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que resultou na criação do Centro de Interpretação Vivo do Castanheiro e da Castanha, não estar publicado na página da Internet da Câmara Municipal. Rita Mendes adiantou depois que os acordos celebrados com a autarquia estarão todos disponíveis no novo site que se encontra a ser ultimado e que disporá de informação atualizada e mais completa.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT