A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Feira da Pinha e do Pinhão regressa com 145 expositores

Edição de 10 de janeiro de 2020
12-01-2020
 

O espaço para receber a sexta edição da “Feira da Pinha e do Pinhão, Saberes e Sabores de Terras de Carregal do Sal”, que se realiza já no próximo fim de semana de 17, 18 e 19 de janeiro, é cada vez mais pequeno face ao elevado número de inscritos para participarem no evento.

Segundo Cristina Borges, vereadora dos Mercados e Feiras, “os pedidos por parte dos empresários não páram de crescer”. Dos cerca de 400 pedidos recebidos, “só foi possível dar resposta a pouco mais de 140 que, mais uma vez, vão marcar presença neste evento”.

Para Cristina Borges, a Feira da Pinha e do Pinhão “é cada vez mais apetecível pela sua dimensão e pelo valor acrescentado em termos de negócios resultantes das transações comerciais realizadas neste espaço e que depois têm repercussões ao longo do ano inteiro nas mais-valias que as empresas conseguem gerar a partir deste evento”.

A edição de 2020, a sexta a ser promovida e organizada pelo Município de Carregal do Sal, em parceria com a Associação de Produtores Florestais do Planalto Beirão e apoiada pelo Turismo Centro de Portugal e a Caixa de Crédito Agrícola Mutuo de Terras de Viriato, vai contar de novo com a presença de produtores de vinhos da Região do Dão, com a tradicional gastronomia local, petiscos, animação, etnografia e artesanato local.

A vereadora acrescenta que a Feira “faz-se de stands de empresas relacionadas com a fileira do pinheiro manso, institucionais, produtores de vinho, queijos e enchidos, doçaria tradicional, a nova cerveja artesanal com sabor a pinhão da marca Improviso e o célebre pastel Pinha de Ouro”, bem como a restauração concelhia que vai ocupar uma tenda coberta em espaço contíguo ao edifício da Câmara Municipal.

No exterior não vão faltar as tradicionais rulotes de farturas, o pão na pedra e muito mais, como “os produtos sabiamente manufaturados pelos artesãos locais, muitos deles produtores de néctares do Vinho do Dão premiados, os licores tradicionais e a afamada ginja “Victor”, os doces, os bolos tortos e os pratos típicos, a par do pinhão, ex-líbris do certame, per si ou combinado com outras iguarias, tudo a desafiar os visitantes” de um certame onde são esperadas cerca de 100 mil pessoas.

O evento conta com a habitual animação em dois palcos. O palco 1, reservado aos cabeças de cartaz, apresenta, na sexta-feira, a Banda Remembers e, no sábado, Ruizinho de Penacova e KotazàSolta.

Quanto ao palco 2, será destinado à música popular, os cantares regionais, o folclores e a etnografia, atuações que são asseguradas pela prata da casa.





  • 2002 - 2020 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT