A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Requalificação da Secundária de C. Daire sem financiamento garantido, mas com projeto a ser preparado

Edição de 17 de maio de 2019
18-05-2019
 

É uma obra há muito reivindicada, mas, ainda assim, não foi contemplada com financiamento por parte do Governo. Depois da visita de vários partidos políticos ao edifício e dos vários pedidos de intervenções, a autarquia castrense decidiu avançar com o projeto de requalificação da escola.

“Houve um problema que já conseguimos ultrapassar. O facto de o edifício não ter sido mapeado como uma escola com necessidades de intervenção”, começou por explicar o presidente da Câmara de Castro Daire, Paulo Almeida. “Mas, depois de uma reunião com a secretária de Estado da Educação, conseguimos”.

O município prevê um investimento na ordem dos 1,5 milhões de euros, que considera ser “da responsabilidade e da competência do Governo Central”. “Estamos a trabalhar por antecipação, com responsabilidade e compromisso para que no âmbito da reprogramação dos fundos comunitários, a Escola de Castro Daire possa vir a ser acolhida com financiamento”, espera o autarca, porque “só com o financiamento da Câmara nunca seria possível”. Dessa forma, a Câmara Municipal avançou com o concurso para a elaboração do projeto de requalificação do edifício que acolhe a Escola Secundária há quase 40 anos.

Com a urgência na intervenção, a autarquia avançou com a execução do projeto para que, na altura dessa reprogramação, “Castro Daire possa estar na linha da frente”.

Consciente de um problema que afeta, diariamente, os cerca de 700 alunos que acolhe, Paulo Almeida realça ser “vital para o concelho ter uma escola com condições mínimas de conforto e segurança”. “Estamos a falar de uma escola que, em pleno séc. XXI, não tem uma baliza no campo de exteriores onde um miúdo possa dar um chuto numa bola”. Para contrariar esse problema, o autarca revelou ao Jornal do Centro que, ainda este verão, um dos campos de jogo vai ser intervencionado, para que no início do próximo ano letivo ofereça melhores condições.

Na lista apresentada pelo Governo estão três escolas do distrito que vão ser requalificadas: Cinfães, Penalva do Castelo e S. Pedro do Sul.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT