A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Cinfães: Jovens devem abraçar criação de gado em raça arouquesa

Edição de 14 de setembro de 2018
17-09-2018
 

Mais de mil bovínos de raça arouquesa nascem por ano no concelho de Cinfães, um número que agrada ao município que, ainda assim, gostaria de ver mais produtores jovens a trabalharem no setor. Há mais de cinco anos que a autarquia lançou um programa de “incentivo à natalidade” que, segundo o presidente da Câmara, Armando Mourisco, “é para continuar”.

O sucesso do apoio que é concedido a cada cabeça de gado de raça arouquesa que nasça no concelho faz com que esta atividade ainda não tenha terminado. “Este é um programa único e é um sucesso, basta ver o número de produtores e o número de animais”, realça o autarca.

Armando Mourisco admite, no entanto, que há uma preocupação. “Percebe-se que são os mais velhos que estão no negócio. Mas o programa é também uma forma de piscar os olhos aos mais jovens. Essa é a nossa vontade e o sinal que a Câmara está a dar”, salienta o autarca, lembrando a oportunidade que é trabalhar no setor. “Hoje em dia já se nota que há muita gente que vem até Cinfães em turismo gastronómico. A carne da raça arouquesa é realmente diferente”, sustenta.

O concelho de Cinfães tem um terço da produção do gado de raça arouquesa e mais de 300 produtores. S. Pedro do Sul, Castro Daire, Oliveira de Frades, Resende, Vouzela, Lamego e Tarouca são outros dos municípios do distrito de Viseu que também fazem parte da área geográfica desata raça bovina autóctone.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT