A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Centena e meia de eco-ilhas em Lamego para ajudar a reciclar

Edição de 15 de março de 2019
17-03-2019
 

O concelho de Lamego vai ter mais 150 eco-ilhas, num projeto da autarquia local em parceria com a concessionária Resinorte. Fica assim montada uma rede de recolha seletiva de resíduos que está agora a ser promovida através de campanhas e ações de sensibilização nas juntas de freguesia e estabelecimentos de ensino.

“Em janeiro, já verificámos a redução em cerca de 60 toneladas da quantidade de resíduos indiferenciados, em comparação com igual período do ano anterior. Isto significa que as pessoas já estão a utilizar muito o novo sistema”, sublinhou o vice-presidente da Câmara de Lamego, António Alves da Silva, na apresentação do projeto. o autarca acrescentou que em Lamego a campanha terá o slogan “Acerte no Contentor Certo!”.

A recolha seletiva permite a redução dos resíduos urbanos depositados em aterro e a valorização do material recolhido, promovendo a sustentabilidade ambiental e diminuindo os impactos ambientais causados. “Neste momento, está prevista a realização em Lamego de várias ações de sensibilização e divulgação ambiental, sobretudo em estabelecimentos de ensino e em juntas de freguesia, com o objetivo de impulsionar a separação de resíduos e a adoção de medidas que promovam a sustentabilidade”, adiantou ainda o vice-presidente. As eco-ilhas são constituídas por contentores de 1.100 litros, com cores diferenciadas, em função dos materiais a reciclar (papel/cartão, embalagens e metal, vidro), complementando desta forma a oferta dos ecopontos já instalados.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT