A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Lamego: aproximação entre PSD e CDS leva a demissões na Concelhia laranja

26-07-2019
 

O presidente e vice-presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Lamego, António Roçado e Francisco Osório, “bateram com a porta”. Os dois dirigentes demitiram-se após a realização conjunta de um comunicado entre os sociais-democratas e o CDS sobre a mudança da feira semanal da cidade. A demissão veio colocar um ponto final num mal-estar instalado no seio da concelhia já há vários meses. António Roçado e Francisco Osório “andavam há muito a dizer que queriam ir embora”, declarou uma fonte do partido, acrescentando que “na concelhia há o entendimento que o PSD tem que fazer pontes com o CDS para que nas próximas eleições possam concorrer em conjunto contra o PS”. Esta é uma estratégia que não agrada a António Roçado e Francisco Osório e que vieram agora “inventar um motivo”, relacionado com a feira semanal que só vai mudar de sítio em setembro por imposição dos vereadores da oposição no município. Outro militante social-democrata explicou que a demissão resulta também da “situação de grande instabilidade” vivida na Comissão Política, fruto de os dois vereadores do PSD na Câmara Municipal (Ernesto Rodrigues e Fernando Silvério) “não falarem um com o outro”. “Essa fratura transpôs-se para a concelhia onde há duas correntes. O presidente e vice-presidente demissionários apoiam Fernando Silvério, mas a grande maioria dos militantes está com Ernesto Rodrigues”, afirmou, salientando que “a situação se foi degradando”, culminado agora com esta demissão motivada pela mudança da feira e a posição conjunto que foi tomada entre sociais-democratas e centristas. “Eles não queriam um comunicado conjunto, mas Ernesto Rodrigues ordenou que assim fosse, sem respeitar a concelhia”, revelou outra fonte partidária. “Entregaram as cartas de demissão e as chaves da concelhia” Por não terem sido respeitados, presidente e vice do PSD Lamego convocaram uma reunião do partido para debater assuntos locais, mas a sessão “nem sequer chegou a acontecer”. “António Roçado e Francisco Osório entregaram as cartas de demissão e as chaves da concelhia. Saíram sem justifi car nada”, adiantou um militante. Contactado pelo Jornal do Centro, António Roçado diz apenas que não
tem nada a dizer sobre este caso. “É um assunto interno do partido”, afi rmou, sem prestar mais declarações. A concelhia laranja de Lamego é agora liderada por Hugo Maravilha, também vice-presidente da estrutura partidária. O novo líder da Comissão Política vai manter-se no cargo até serem marcadas novas eleições.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT