A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Lamego: Munícipes e autarcas queixam-se do mau serviço da EDP

Edição de 1 de fevereiro de 2019
01-02-2019
 

O número de postes públicos de eletricidade avariados no concelho de Lamego levou a autarquia a questionar a EDP sobre o serviço que está a ser prestado. As queixas têm sido reportadas através do portal do município e foram também levadas a reunião do executivo pelos vereadores do PSD.

As queixas reportam-se “à grande quantidade de luminárias avariadas em diversas ruas na cidade de Lamego e nas freguesias do município, colocando inclusive problemas de segurança neste período de Inverno”.

Responsáveis da autarquia já tiveram uma reunião com o diretor distrital, mas admitem que não tem havido “a melhor resposta”.

“A EDP deixou de ter uma equipa permanente em Lamego, tendo um prestador de serviços, que por sua vez tem subcontratado outro prestador de serviços, nos quais se incluem a manutenção da iluminação pública. Realmente os serviços da EDP não tem dado resposta adequada, inclusivamente os serviços da empresa subcontratada, em que se verifica que tem vindo a deteriorar-se”, explicou António Alves da Silva, vice-presidente na Câmara de Lamego.

Segundo o autarca, a autarquia “vai continuar a envidar esforços, para que o serviço prestado seja melhorado”.

Face à “chamada de atenção” por parte do vereador do PSD, Fernando Silvério, de que o procedimento desencadeado desde a reclamação, quer por parte de um munícipe ou junta de freguesia até à reparação ou substituição da luminária, “não é o melhor”; o vice-presidente disse que a Câmara Municipal tem acesso à plataforma onde são colocadas todas as reclamações efetuadas pelos munícipes, relativas às falhas que existem no sistema elétrico, nomeadamente a questão das luminárias apagadas, que são identificadas numa aplicação georreferenciada.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT