A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Mais e melhor formação no setor automóvel

Edição de 10 de maio de 2019
11-05-2019
 

No âmbito do projeto europeu de formação para a indústria automóvel do futuro, DRIVES (Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills), o concelho de Mangualde está a apostar em ações de formação e educação. Mangualde é o único município português a integrar o projeto que decorre até 2022.

O objetivo, segundo a autarquia mangualdense, passa por criar uma “aliança de competências que passa pela produção de veículos, fornecedores da indústria, vendas e serviço pós-venda”.

Elísio Oliveira, vice-presidente da Câmara Municipal de Mangualde, explica que “esta é uma clara aposta na valorização e na qualificação da nossa mão-de-obra, dos nossos recursos humanos. Um voto de confiança no nosso tecido industrial”.

No concelho de Mangualde existe há mais de 60 anos a tradição do setor automóvel com a empresa do grupo PSA.

Mais recentemente, novas empresas de componentes surgiram no município com produção destinada à fábrica de automóveis.

O projeto DRIVES contempla quatro milhões de euros, dos quais cerca de 600 mil euros vão chegar a Portugal, trazidos por um consórcio criado pela autarquia mangualdense, onde se integram a Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, Grupo Antolín, Instituto Politécnico de Viseu, Universidade do Minho, entre outras entidades.

O projeto integra 24 parceiros oriundos de onze países europeus: República Checa, Holanda, Hungria, Espanha, Reino Unido, Bélgica, Itália, Polónia, Roménia, Áustria e Portugal. Alunos do ensino superior, jovens em formação vocacional e pessoas em requalificação profissional (desempregadas ou não) são os destinatários do programa. As próprias empresas têm formação especializada.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT