A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Mangualde: Pessoas pobres recebem alimentos

Edição de 12 de abril de 2019
13-04-2019
 

Arroz, massa, azeite, enlatados, leite, entre outros alimentos, incluindo alimentação para crianças e bebés, se se justificar, compõem os cabazes que mensalmente são entregues a uma média de quatro dezenas de famílias desfavorecidas, beneficiando cerca de uma centena de pessoas. Um número que tem vindo a aumentar.

A iniciativa é da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta. Segundo o presidente é importante “apoiar e estabelecer medidas de apoio a famílias carenciadas”. Marco Almeida considera que as autarquias não podem nem devem estar “abstraídas desta dura realidade social”. O objetivo passa por em situação de emergência ou de uma forma continuada, quando se justifique, prestar um apoio alimentar de forma a “promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação de grande precariedade”. O autarca realça que todo o processo decorre de forma devidamente fundamentada e em resultado de análise.

As famílias deslocam-se à sede da União de Freguesias no final de cada mês para levantar o respetivo cabaz.

A par da iniciativa, a União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, segundo Marco Almeida, procura estar em articulação com outras instituições para que, em conjunto, “se possa encontrar respostas alternativas para a resolução dos problemas dos cidadãos”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT