A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Novas ETAR para revitalizar o ambiente em Mangualde

Edição de 19 de julho de 2019
21-07-2019
 

O estado em que se encontram as fossas com mais de três décadas junto à cidade de Mangualde, nomeadamente na zona da Lavandeira, causando maus cheiros e outros problemas ambientais, levou a Câmara Municipal a apostar na construção de várias ETAR, que segundo o município têm sido alvo “de diversas intervenções, em resposta àquele que é um dos maiores problemas dos mangualdenses”.

Em funcionamento estão já duas estruturas, uma em Santa Luzia e outra em Almeidinha.

Em fase de construção estão outras nove, como é o caso da ETAR Poente de Mangualde, localizada em Tabosa e considerada pelo executivo camarário a maior do concelho. Também em Chãs de Tavares, Freixiosa, Abrunhosa-a-Velha e Gandufe existem trabalhos a decorrer par a construção de Estações de Tratamento de Águas Residuais.

Para além das obras que estão no terreno, a autarquia refere que em setembro deste ano arrancam mais três obras. Em Tibaldinho, Lobelhe e Oliveira (Passos e Santo André). A aguardar o visto do Tribunal de Contas está o projeto da ETAR de Cubos. No total, o investimento da Câmara Municipal de Mangualde, na área ambiental, ronda os 10 milhões de euros. Segundo o presidente, João Azevedo “80 por cento da população do concelho vai ficar coberta” pelo tratamento das águas residuais e acredita que “até 90 por cento da água residual tratada possa ser reutilizada”, representando uma poupança de água bruta da Barragem de Fagilde “de cerca de 500 mil metros cúbicos por ano”.

Além do investimento no tratamento e reutilização da água e dos efluentes tratados, o plano de revitalização ambiental de Mangualde inclui ainda a regularização fluvial nas áreas afetadas pelos incêndios de 2017, a modernização dos sistemas da rede adutora e o cadastro das infraestruturas, bem como a ampliação da Rede de Recolha Seletiva de Resíduos que passa quer pela instalação de equipamentos enterrados, quer pela instalação de ecopontos de superfície.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT