A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Barragens de Moimenta custam 18 milhões e vão regar 500 hectares de macieiras

Edição de 14 de junho de 2019
16-06-2019
 

O município de Moimenta da Beira vai apresentar duas candidaturas para a construção das barragens da Nave e Boavista, no âmbito do Plano Nacional de Regadios. Um investimento de 18 milhões de euros que o presidente da Câmara, José Eduardo Ferreira, espera que seja para ser feito.

“Nós estávamos há muito tempo à espera da abertura do aviso. É uma oportunidade para o município, em conjunto com a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, candidatar o aproveitamento hidroagrícola que é constituído por duas barragens e que pretendem regar, no seu conjunto, cerca de 500 hectares especialmente de pomares de macieiras”, frisou o autarca.

José Eduardo Ferreira lamentou que o Plano tenha apenas disponível 60 milhões de euros para o país, mas espera que os projetos de Moimenta da Beira não estejam em causa. “Estaremos a concurso com restantes projetos que aparecerem para uma dimensão financeira global que é baixa. Em qualquer causa lutaremos porque consideramos que é justo e justificável esta opção de Moimenta em ter duas barragens”, sustentou.

“Espero que nenhuma barragem fique pelo caminho porque, do nosso ponto de vista, não há uma que tenha maior justificação do que outra. O que estamos a falar é de uma mancha de todo o nosso concelho que precisa de ser regada de dois pontos distintos”, disse.

Segundo o autarca, “sem esta oportunidade, as condições de produção diminuem de forma muito significativa. Diría, até mesmo, de forma drástica a curto e médio prazo”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT