A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

O que tem de especial o céu de Moimenta da Beira?

Edição de 15 de fevereiro de 2019
16-02-2019
 

O céu de Moimenta da Beira está, cada vez mais, a afirmar-se como a “meca” dos astrónomos. Mas, afinal, o que tem de tão especial? A esta pergunta, os alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa respondem com provas científicas: “tem pouca poluição nebulosa, é muito limpo e transparente”. Caraterísticas que fazem com que especialistas se desloquem àquela vila para estudarem o céu. Foi o que fez um grupo de estudante do Núcleo de Física do Técnico que esteve uma semana em Moimenta da Beira para observações.

Diogo Ribeiro, porta-voz dos estudantes, fala num “cantinho de Portugal especial” tanto para quem se dedica à astrofotografia como para quem quer estudar mais aprofundadamente as “ténues partículas que andam no universo”. “Estamos a falar de um céu muito limpo e transparente”, realça.

Durante a semana, os alunos estiveram a fazer observações junto à Albufeira da Barragem de Vilar, no cimo da serra de Leomil e no Santuário de S. Torcato, em Cabaços, local onde, de dois em dois anos, se juntam centenas de pessoas para a maior concentração de telescópios que se realiza no país.

“Além do céu fenomenal, Moimenta da Beira é boa porque nos oferece o isolamento que é preciso nas observações ao mesmo tempo que tem condições para nos receber ao nível de alojamento”, refere o estudante.

O programa da estadia do grupo de alunos do Técnico inclui também contactos e encontros com alunos do Agrupamento de Escolas, uma visita ao Sistema Solar à escala e viagens de conhecimento ao centro histórico da sede do município e a outros locais simbólicos do concelho.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT