A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Paulo Antunes "troca de vez" Oliveira de Frades por Viseu

Edição de 19 de julho de 2019
21-07-2019
 

Meio ano depois de ter apresentado o pedido de suspensão de mandato por seis meses, Paulo Antunes acaba de apresentar a renúncia do mandato de vereador da oposição (PSD) na Câmara de Oliveira de Frades, funções que desempenhou durante cerca de um ano e meio e que deixou quando no início do ano iniciou as funções de chefe de gabinete de outra Câmara, a de Viseu, liderada pelo social-democrata Almeida Henriques.

Este último cargo não é de todo estranho para Paulo Antunes, que durante dois mandatos (de 2006 a 2013) desempenhou o mesmo papel na autarquia oliveirense, na altura comandada por Luís Vasconcelos (PSD). De 2013 a 2017 foi vereador a tempo inteiro no município. Nas últimas autárquicas, que perdeu para Paulo Ferreira do Nós Cidadãos, foi o cabeça de lista do PSD. Até entrar na autarquia de Viseu, no primeiro dia deste ano, para substituir Nuno Nascimento, encontrava-se desempregado.

“O meu pedido de renúncia foi proferido no início do mês de julho de 2019. O pedido é uma decisão pessoal”, disse o social-democrata numa curta declaração enviada ao Jornal do Centro.

Quanto ao futuro, e quando questionado se este era o fim da sua carreira como autarca em Oliveira de Frades, Paulo Antunes foi “cauteloso”. Respondeu apenas: “o futuro a Deus pertence”. O chefe de gabinete da Câmara de Viseu abandona uma das “cadeiras do poder” no concelho de onde é natural, sendo substituído no cargo por José Pedro Almeida, que iniciou funções de vereador depois de também a social-democrata Elisa Oliveira ter pedido a suspensão do mandato.

O presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Oliveira de Frades, José Batista, considera “normal” a renúncia apresentada por Paulo Antunes, visto este estar “a ocupar um cargo político importante na Câmara de Viseu”.

“Acho normal que ao fim do meio ano que peça a renúncia do mandato para se manter no cargo em que está. Estar como chefe de gabinete de Almeida Henriques não era compatível com as funções de vereador na Câmara de Oliveira de Frades”, defende.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT