A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Caldas de Aregos geridas por privados até ao final do ano

Caldas de Aregos, Resende, Tribunal de Contas
07-10-2018
 

Processo estava retido no Tribunal de Contas que decidiu prescindir do visto do negócio. Empresa que vai gerir termas obrigada a fazer obras no valor de 7,2 milhões e a ficar com os empregados da estância

Está dado mais um passo com vista à entrega a privados das Termas das Caldas de Aregos, no concelho de Resende. O Tribunal de Contas prescindiu do visto que tinha que dar ao processo de privatização da estância termal. A informação foi avançada ao Jornal do Centro pelo presidente da Câmara Municipal, Garcez Trindade, que espera até ao final do ano que a empresa que venceu o concurso público internacional de exploração do complexo termal comece a gerir as Caldas de Aregos.
Para que isso aconteça, há ainda alguns passos a dar, nomeadamente a elaboração de uma “minuta de concessão das águas emanada pela Secretária de Estado da Energia”. “O negócio está a rolar e não há impedimento nenhum. Penso que até ao final do ano estará tudo [tratado]”, disse Garcez Trindade.
A concessão das termas foi ganha à terceira vez que foi colocada a concurso, ao que apurámos, pela empresa “Latitude Pacifica Promoções”. A firma, sediada em Guimarães, é propriedade, entre outros, de um indivíduo natural de Resende, mas a residir no Luxemburgo.

Investimento de mais de 7 milhões

A companhia vai gerir a estância termal nos próximos 30 anos. Ao município vai pagar uma renda mensal de 15 mil euros. Está ainda obrigada, por concurso, “a construir um hotel de 70 quartos, pelo menos de quatro estrelas, com um SPA e a requalificar o balneário termal”. A unidade hoteleira vai ser criada na parte superior das termas. O investimento a realizar “ronda os 7,2 milhões de euros”. Para além de assumirem e gerirem os equipamentos, a empresa que venceu a concessão ficará também responsável pelos funcionários das Caldas de Aregos que até aqui integravam os quadros da empresa municipal Companhia das Águas, que se encontra em fase de liquidação.





  • 2002 - 2018 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT