A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Festa da Cereja de Resende espera "ser um sucesso como nos anos anteriores"

Edição de 31 de maio de 2019
01-06-2019
 

Começou este sábado, dia 1 de junho, o Festival da Cereja de Resende. A 18ª edição deste evento conta com a participação de 132 produtores. Maria Dias, vereadora da cultura da Câmara Municipal de Resende, realçou outros produtos da região que vão estar em destaque neste evento. “Para além dos produtos derivados da cereja, como as compotas e os licores, não faltam as cavacas de Resende que estão em disputa no concurso das Sete Maravilhas Doces de Portugal”, conta a vereadora. “Também não faltarão os enchidos e as peças de artesanato”, acrescenta. As freguesias do concelho vão estar representadas de forma a promoverem o que têm de melhor.

Para já, estão confirmados cerca de três mil participantes, garantiu Maria Dias, contudo o número poderá aumentar para mais do dobro. O Festival da Cereja é de “extrema importância para o concelho”, salienta a detentora do pelouro da cultura. “Os produtores podem escoar uma porção dos seus stocks, as instituições podem recolher fundos. Em termos económicos é um fim de semana marcante”, reforça a vereadora. Os hotéis e restaurantes são também dos que mais ganham com este festival.

O Festival da Cereja termina no domingo, dia 2, com o cortejo temático pelas principais ruas da vila de Resende. Pelas 15h00, vão desfilar cerca de 300 crianças do 1º e 2º ciclo ao lado dos tradicionais carros de bois de raça arouquesa e carros alegóricos. Maria Dias considera o desfile um exemplo do “contraste entre o tradicional e o moderno”, visto ter os motivos alegóricos ao lado das carroças antigas.

Neste ano será dedicado ao “Memorial à Cereja”. Poderá ainda assistir a tocatas de rancho folclórico e a atuações musicais. 





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT