A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Duas associações de proteção de animais recebem apoio da Câmara de Santa Comba Dão

Edição de 4 de janeiro de 2019
06-01-2019
 

A Câmara Municipal de Santa Comba Dão apoiou com oito mil euros duas associações do concelho que atuam no domínio da proteção dos animais.

A Associação da Natureza e dos Animais Abandonados (ANA) foi contemplada com um subsídio de mil euros para 2018 e outro de três mil euros para 2019. O mesmo valor e forma de pagamento foi feito com a Associação Cãopanheiro Fiel.

A responsável da Cãopanheiro Fiel refere que “estas verbas são sempre bem vindas, mas não chegam para tudo, porque as despesas anuais em alimentação, tratamentos, esterilização e higienização, são sempre muito elevadas”.

Em vigor até final de 2019, os dois protocolos agora assinados com a autarquia de Santa Comba Dão contemplam o apoio financeiro à prossecução de diversas atividades no domínio da proteção dos animais, que se revestem de interesse público municipal, nomeadamente a recolha de animais errantes, alimentação, abrigo e esterilização, incentivo à adoção e ainda promoção de campanhas de sensibilização e educação cívica, como forma de reduzir o número de animais errantes.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, Leonel Gouveia, devido à insuficiência de recursos das duas associações, “é de referir que estes apoios financeiros se afiguram cruciais para a concretização destas iniciativas de proteção de animais que são, também, responsabilidade do Município”.

Apesar dos apoios financeiros atribuídos às duas Associações de Animais Abandonados de Santa Comba Dão, Ana Isabel Silvestre, coordenadora da Associação da Natureza e Animais Abandonados (ANA), lembra que, apesar destes contributos financeiros da Câmara Municipal serem bem-vindos, “são manifestamente insuficientes para as necessidades e os elevados custos que esta atividade exige para garantir o bem-estar dos animais”.

Segundo esta responsável, “só à conta da nossa associação os gastos com os tratamentos e cuidados veterinários na Clínica Canifeli de Santa Comba Dão atingiram este ano os cinco mil euros”.

Ana Isabel Silvestre acrescenta que para assegurar um serviço com melhores condições do alojamento dos animais abandonados à guarda desta associação “seria necessário um financiamento anual, entre os 10 e os 15 mil euros”.

Para esta responsável, o ideal seria construir de raiz um canil, porque o terreno já existe e foi cedido por um privado pelo período de 20 anos. “Só que falta o dinheiro para investir nesta infraestrutura, cujo investimento é elevado”, frisa Ana Isabel Silvestre.

Para além dos animais abandonados acolhidos pela ANA, no alojamento, localizado na Quinta do Vimieiro, existe um espaço específico para albergar os animais errantes que são recolhidos nas ruas da cidade de Santa Comba Dão, pelos Serviços Municipalizados ao abrigo do protocolo assinado entre ambas as partes.

Atualmente, o alojamento da ANA tem à sua guarda 34 cães e 28 gatos, num total de 62 animais, alguns deles, encontram-se distribuídos por Famílias de Acolhimento Temporário (FAT), todas residentes no concelho de Santa Comba Dão.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT