A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Antigo treinador pede insolvência da Sampedrense

Edição de 12 de abril de 2019
12-04-2019
 

Jorge Manuel Ribeiro Cardoso, mais conhecido no mundo do futebol por Febras, pediu a insolvência da União Desportiva Sampedrense, clube que orientou a época passada. Em causa, ordenados e subsídios que ficaram por pagar quando abandonou a coletividade de S. Pedro do Sul.

O pedido de insolvência deu entrada no Juízo de Comércio de Viseu no dia 27 de março. O treinador, que está atualmente sem clube, reclama o pagamento de dois mil euros. O Jornal do Centro tentou ouvir Febras, mas este não se mostrou disponível para prestar esclarecimentos. Também a direção da Sampedrense se escusou a tecer comentários.

Ao que apurámos, o técnico não recebeu três vencimentos, nem os subsídios referentes ao gasóleo e às portagens. Para além de Febras, também outros seis antigos jogadores avançaram para a justiça por não terem recebido tudo aquilo a que tinha direito quando deixaram a formação de S. Pedro do Sul.

Atletas e treinador chegaram há cerca de dois meses a acordo com a direção da Sampedrense, agora liderada por Nuno Cunha, para o pagamento faseado das dívidas. Os primeiros pagamentos deveriam ter ocorrido a 15 de março, mas como Febras não recebeu qualquer valor o advogado decidiu levar o caso para a justiça.

O treinador deixou o clube de S. Pedro do Sul na última temporada no terceiro posto da tabela da Divisão de Honra, com 51 pontos. Nesta época, e quando estão disputadas 26 jornadas, a Sampedrense ocupa o 15.º e penúltimo lugar da tabela, com 16 pontos.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT