A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Desfile de moda ecológico junta novos e velhos

24-05-2019
 

Uma centena de idosos, todos utentes de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho de S. Pedro do Sul, vão desfilar no próximo domingo (26 de maio) ao início da tarde num evento de moda fora do comum. Os seniores vão exibir criações feitas com materiais reciclados e que foram feitas pelos próprios.

O desfile de moda ecológico acontece no âmbito do projeto Maio Florido que a Associação Recreativa e Cultural de Santa Cruz da Trapa está a promover desde o início do mês na vila.

O Maio Florido “nasceu pequenino” no ano passado e nesta segunda edição já cresceu. O evento começou com a instalação de esculturas num dos principais espaços de Santa Cruz da Trapa, o largo do Calvário. Foi também espalhada poesia por várias artérias. Este ano, a organização preparou um programa maior, que arrancou no dia 1 de maio. “Quisemos ser mais arrojados e pensar fora da caixa. Convidámos as associais locais todas a colaborar e tivemos o mês quase todo preenchido com atividades”, explica Margarete Silva, da organização.

A responsável sublinha que o Maio Florido pretende “mostrar que Santa Cruz da Trapa sabe trabalhar e fazer cultura nas diferentes frentes”. “É um projeto muito virado para a comunidade e que quer incluir tudo e todos. Pretende dinamizar a população e a cultura nas suas várias vertentes”, vinca.

Desde o início do mês já decorreram dezenas de atividades. O Agrupamento de escolas local foi responsável pela decoração das ruas da vila, com a ajuda da Santa Casa da Misericórdia de S. Pedro do Sul. No estabelecimento de ensino, a poesia também andou “à solta”.

Já se realizaram caminhadas ecológicas, serões de escrita criativa, um passeio de BTT, um jogo de futebol, uma tarde etnográfica, uma mostra de bicicletas antigas, entre outras iniciativas.

Este domingo acontece o desfile de moda ecológico dos idosos do concelho e que vai juntar uma centena de utentes de IPSS. “O desfile tem por intenção reunir as instituições sociais. Queremos reunir também as respetivas famílias e a população local e todos os que se quiserem juntar a nós. O intuito é dar vida a esta geração de jovens e fazê-los sair do seu habitat natural”, adianta Margarete Silva, acrescentando que foram os próprios seniores e fazer os trajes com que vão desfilar na passerelle e que foram feitos com materiais reciclados.

Garrafas de plástico, rolos de cozinha ou papel higiénico, cápsulas de café e jornais antigos foram alguns dos materiais utilizados e que tiveram um novo uso.

O desfile está marcado para as 14h30 e vai ter como palco principal o Pavilhão Desportivo Municipal de Santa Cruz da Trapa. Na próxima semana, a 31 de maio, são as crianças que frequentam o Agrupamento de Escolas da vila a desfilar as roupas ecológicas que também produziram com materiais reciclados.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT