A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Edição impressa: ambulância SIV de S. Pedro do Sul ativada mais de 600 vezes

Edição de 10 de janeiro de 2020
11-01-2020
 

Em funcionamento há um ano (desde 2 de janeiro de 2019), a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) do INEM estacionada no concelho de S. Pedro do Sul foi ativada 638 vezes.

O veículo de emergência foi chamado a acudir a situações de doença súbita, que segundo o INEM podem estar relacionadas com alteração de estado de consciência, alergias, convulsões, dispneia, dor torácica, entre outras. A SIV interveio também em casos de acidente viação, agressão, trauma, hemorragia, queimaduras, electrocução, afogamento, paragem cardiorrespiratória, intoxicação e até num parto.

O dia 24 de julho de 2019 foi o que registou mais saídas. Oliveira de Frades, Sátão, Tondela, Vila Nova de Paiva, Viseu, Vouzela, Castro Daire e S. Pedro do Sul, foram os concelhos onde a viatura mais operou, sendo que foram nestes últimos dois concelhos em que mais trabalhou. A SIV foi chamada para 291 ocorrências no município sampedrense e 136 vezes para o concelho vizinho de Castro Daire.

Ao contrário do que acontece em outras localidades do país, em S. Pedro do Sul a viatura de emergência não está localizada no Serviço de Urgência Básico (SUB) que funciona nas instalações do Centro de Saúde. O veículo está estacionado “temporariamente” há um ano no quartel Bombeiros Voluntários de Salvação Pública, estando a “ser criadas todas as condições físicas e logísticas para que a equipa possa estar no SUB”. “Ressalvamos que o quartel em questão se encontra a 150 metros (a pé) do SUB”, afirma o INEM.

A tripulação da ambulância afeta ao Instituto Nacional de Emergência Médica é composta por um enfermeiro e um técnico de emergência pré-hospitalar (TEPH), sendo que este último profissional é também o condutor.

O que é?

Ao Jornal do Centro, o INEM explica que as ambulâncias SIV “destinam-se a garantir cuidados de saúde diferenciados até estar disponível uma equipa com capacidade de prestação de Suporte Avançado de Vida”. Este veículo possui um monitor-desfibrilhador e diversos fármacos.

“Esta ambulância SIV funciona segundo o modelo de partilha de recursos humanos entre o INEM e o Serviço de Urgência Básica (SUB) de S. Pedro do Sul. Na prática, as duas instituições partilham os seus recursos humanos, potenciando-se sinergias existentes nestes dois serviços: parte dos enfermeiros que constituem a tripulação das ambulâncias SIV desempenham também funções no SUB”, adianta o INEM, acrescentando que com este modelo se “obtêm ganhos de eficiência dos meios e melhora-se a manutenção das competências técnicas dos profissionais”.





  • 2002 - 2020 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT