A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Estacionamento no parque da Loja do Cidadão de Sátão vai ser pago

Edição de 21 de junho de 2019
22-06-2019
 

Abusos levam a Câmara de Sátão a limitar parque de estacionamento da Loja do Cidadão, apenas a quem precise de se dirigir ao serviço. A ideia é impedir que o espaço seja utilizado horas a fio e por tempo indeterminado.

As limitações serão devidamente reguladas através da criação de um novo regulamento para o efeito com o objetivo de impedir que seja utilizado de forma abusiva.

O novo regulamento dos dispositivos a instalar no parque de estacionamento ainda está a ser elaborado pelo Município e pode passar pela imposição de uma limitação de tempo que pode variar entre os 10 e os 20 minutos e pelo pagamento de uma quantia mínima que pode variar entre os 50 cêntimos e um euro.

A medida adoptada pela Câmara Municipal de Sátão surgiu após várias queixas de utentes da Loja do Cidadão, que reclamaram pela falta de estacionamento no local, quando necessitavam de tratar de assuntos naquele espaço da administração pública.

Segundo o presidente da Câmara, Paulo Santos, o que o Município pretende “é que o estacionamento seja apenas para servir de apoio a esta infraestrutura e não um parque, onde alguns condutores têm o hábito de estacionarem a sua viatura durante todo dia, sem necessidade nenhuma”.

Paulo Santos explicou também que o Regulamento dos Parques de Estacionamento e de outros locais públicos para estacionar veículos “está ainda a ser elaborado e afinado pelos serviços técnicos, onde um dos critérios a considerar pode passar pela permanência das viaturas neste espaço apenas por um período médio de tempo, entre os 10 e os 15 minutos, em que a sua utilização será gratuita, esgotado esse tempo limite, o parqueamento passa a ser pago”.

A colocação dos dispositivos que a Câmara de Sátão pretende instalar no Parque de Estacionamento atrás da Biblioteca Municipal, vai custar 11 mil euros, embora o autarca rejeite a ideia de que esta medida tenha como objetivo final angariar receitas para os cofres do Município.

Neste momento a colocação destes dispositivos electrónicos ainda se encontra em estudo e em consulta pública.

Já os estacionamentos frente à Loja do Cidadão vão continuar a ser gratuitos.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT