A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Nova variante de Sátão está atrasada

Edição de 25 de janeiro de 2019
27-01-2019
 

A construção da nova variante de Sátão, entre a EN329 e a EN229 está atrasada e ainda nem sequer existe projeto, porque ainda há terrenos que estão a ser negociados, entre o município e os proprietários. Trata-se de um problema que já foi abordado pelos vereadores dos Eleitos Pela Nossa Terra (PNT) que consideram a nova variante, numa extensão de quase dois quilómetros, necessária para retirar o elevado volume de tráfego rodoviário, principalmente, veículos pesados, que atravessa as principais ruas do centro da vila de Sátão, especialmente junto ao Centro de Saúde e à Urbanização da Quinta da Miusã.

O Jornal do Centro apurou ainda que a obra atrasou, porque ainda há estudos que estão a ser realizados no terreno relacionados com a conceção e características em relação ao perfil e traçado, considerando que a Câmara Municipal ainda não teve a possibilidade de definir alguns dos locais por onde a estrada irá passar, “até porque alguns dos terrenos ainda não foram adquiridos, tendo em conta que algumas das negociações com os respetivos proprietários não têm sido fáceis” como reconheceu o presidente do Município de Sátão.

Paulo Santos diz que “enquanto não estiverem adquiridos todos os terrenos, não há projeto, nem será lançado o concurso público , embora o investimento estimado a realizar possa variar entre os 750 mil e os 800 mil euros”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT