A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Alunos da EB 2,3 de Sernancelhe a "tiritar" de frio

Edição de 11 de janeiro de 2019
11-01-2019
 

Os alunos do 5º ao 9º ano de escolaridade que frequentam a Escola Básica 2,3 de Sernancelhe estão a ter aulas ao frio porque o aquecimento do estabelecimento de ensino não funciona. O sistema é tão velho como a instituição de ensino que foi inaugurada há 27 anos. Com “o frio de rachar” dos últimos dias, as queixas avolumam-se por parte dos estudantes, mas também dos pais.

Um encarregado de educação ouvido pelo Jornal do Centro disse que com as temperaturas baixas que se registam nesta altura do ano “é uma vergonha” o que se está a passar na escola. “Os alunos estão cheios de frio. É uma tristeza”, defendeu, acrescentando que o problema não é de agora e já se arrasta há anos.

“A escola tem o sistema de aquecimento desde a construção, em 1992. O sistema está todo obsoleto, já não emite calor, está tudo completamente a cair”, afirmou, salientando que para tentar “remediar a situação” em algumas salas de aula têm sido colocados aquecedores.

Na opinião deste pai, e para os filhos não sofrerem mais com a falta de aquecimento, há que fazer obras no estabelecimento escolar, mexendo no telhado, nas caixilharias e ainda no próprio sistema que fornece calor.

O Jornal do Centro ouviu ainda o presidente da Associação de Pais que explicou que o problema já não é novo, lembrando que o edifício é antigo e apresenta já alguns problemas estruturais. Paulo Albino disse que no edifício mais recente não há problemas e garantiu não ter recebido “muitas queixas” nos últimos tempos. “Estamos a tentar arranjar uma solução junto das entidades responsáveis”, adiantou.

Apesar das tentativas não foi possível chegar à fala com a diretora do Agrupamento de Escolas de Sernancelhe.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT