A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Marquês de Pombal pode ter nascido em Sernancelhe, garantem investigadores

Edição de 24 de maio de 2019
25-05-2019
 

Uma equipa de investigadores garante que Sebastião José de Carvalho e Melo, mais conhecido como Marquês de Pombal, nasceu em Sernancelhe a 13 de maio de 1669.

Esta descoberta é uma das muitas confirmações que o projeto de investigação ‘Pombal Global’ dará a conhecer ao país nos próximos cinco anos, numa iniciativa que foi apresentada recentemente na Igreja da Memória, em Lisboa, onde esteve presente o vereador da Cultura da Câmara de Sernancelhe, Armando Mateus.

Na sessão, foram assinados protocolos de financiamento para apoiar o projeto histórico científico de identificação, levantamento, transcrição, anotação e edição criticamente anotada de toda a obra escrita do Marquês de Pombal, que foi secretário de Estado do Reino (cargo equivalente a primeiro-ministro) durante o reinado de D. José I.

Sernancelhe faz parte do consórcio de mecenas do projeto, que conta com a participação dos municípios de Lisboa, Oeiras e Pombal e por diversas entidades privadas e universitárias.

Nos próximos cinco anos a equipa de investigadores, sob a coordenação dos professores Viriato Soromenho-Marques, Pedro Calafate e José Eduardo Franco, também pretende promover a renovação dos estudos pombalinos e contribuir para um conhecimento mais aprofundado da sua vida e obra.

O custo do projeto é de um milhão de euros e vai permitir sustentar durante cinco anos a pesquisa de toda a documentação em causa, dispersa por mais de 100 bibliotecas e arquivos de vários países, nomeadamente Portugal, Brasil, Inglaterra, Áustria, Holanda, Espanha, França, Itália, Rússia, Polónia, Índia, China, Estados Unidos, México, Argentina, Canadá, Japão, Angola, Moçambique e Cabo Verde.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT