A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Bombeiros de Tondela recusam falhas no socorro

Edição de 25 de janeiro de 2019
27-01-2019
 

Os Bombeiros de Tondela rejeitam qualquer culpa nos problemas que têm sido levantados no transporte de doentes entre os hospitais de Tondela e Viseu. Alertam, no entanto, para a injustiça que é a forma de pagamento neste serviço, já que há corporações que pertencem a outras zonas do país que são pagas pelo número de quilómetros percorridos entre quartel e unidade de saúde ao contrário do que acontece na região de Viseu que só é paga pelo percurso que percorre entre os dois hospitais.

O assunto voltou a ser levantado depois de, nas últimas semanas, ter sido noticiada a morte de uma mulher que terá aguardado pelo transporte do Hospital de Tondela para o de Viseu que não chegou a acontecer. Segundo o presidente da corporação tondelense, António Mano, ficou a ideia de que “a culpa tinha sido dos bombeiros por eventuais falhas no socorro”. “O doente quando está a ser assistido no hospital está à guarda do Centro Hospitalar. A responsabilidade de solicitar as transferências pertence a esta unidade de saúde, recorrendo em última instância, se for necessário à ambulância do INEM”, sustentou.

Apesar do diferendo quanto ao percurso que deve ser pago a quem presta o serviço (corporações de bombeiros e Cruz Vermelha), António Mano garantiu que “não tem sido essa a razão para que o transporte do doente não se faça com responsabilidade e em segurança”. “Desde que haja recursos humanos e meios técnicos (ambulâncias) disponíveis, o serviço é garantido”, sustentou.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT