A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Tondela: Campo de jogos do Besteiros precisa de obras

Edição de 23 de novembro de 2018
23-11-2018
 

É unânime. Todos reconhecem que o Campo de Jogos do Besteiros Futebol Clube necessita de obras urgentes para requalificar o pelado (em terra batida) que tem graves problemas de drenagem.

Segundo a direção do Besteiros Futebol Clube, este é um problema cada vez mais preocupante, devido ao lamaçal em que o pelado se transforma durante o inverno, por causa da acumulação das águas das chuvas, “o que torna o terreno quase impraticável para se jogar futebol”.

Perante este problema, a direção acha que “é necessária uma rápida intervenção que, no imediato, passa pela colocação de uma elevada quantidade de pó de pedra e por nivelar o terreno de jogo com um cilindro, para conseguir melhorar o sistema de escoamento e drenagem das águas pluviais”.

Apesar de esta solução ser a mais prática e imediata para a casa receber de forma mais condigna as equipas forasteiras que disputam o Campeonato Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol (AF) de Viseu, o presidente do Clube de Campo de Besteiros, Alfredo Leitão, admite que “a solução ideal seria colocar um relvado sintético”. “Hoje já não faz sentido nenhum termos ainda um pelado numa vila com várias escolas”, frisou, salientando que um campo com outras condições”ajudaria muito a alavancar o futebol de formação e quem sabe criar uma equipa de futebol feminino, porque existem aqui muitas jovens que gostariam de praticar a modalidade”.

O presidente lembrou ainda que o atual “estádio” não possui balneários há vários anos e que as equipas têm de recorrer ao balneário do Pavilhão Desportivo Municipal de Campos de Besteiros, uma situação que já denunciou a várias autoridades, nomeadamente à Câmara Municipal de Tondela, que ,“para já, demonstrou disponibilidade para resolver o problema da iluminação do campo de futebol”. “A maioria dos atletas trabalha e só podem treinar ao final do dia quando saem dos seus empregos, ou seja, quando começa a anoitecer”, frisou.

Apesar da disponibilidade demonstrada pela Junta de Freguesia de Campo de Besteiros “em apoiar no que for possível”, o presidente reconhece que este órgão autárquico “não tem capacidade, nem autonomia financeira para poder resolver o problema”.

Embora as dificuldades atuais sejam muitas para Clube de Campo de Besteiros, a Direção mostra-se confiante que “a situação venha a ser resolvida com alguma brevidade através da Câmara Municipal de Tondela”.

Em resposta ao Jornal do Centro sobre as necessidades do Besteiros Futebol Clube, a Câmara Municipal de Tondela respondeu que “a relação com o movimento associativo é assente num registo de cooperação, em que todos sabem os princípios mantidos e os esforços para se atingirem objetivos comuns, e que nos mobilizam de forma empenhada. Neste âmbito há sempre prioridades, que devem ser devidamente geridas quando este tipo de investimentos, agora, não são financiados por fundos comunitários”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT