A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Vila Nova de Paiva: posto de combustível mantém-se no centro a troco de obras

Edição de 19 de abril de 2019
19-04-2019
 

A Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva renovou a concessão e arrendamento do posto de abastecimento de combustíveis localizado no centro da vila. Fica por mais cinco anos o contato de arrendamento das instalações municipais do posto de combustível à CEPSA Portuguesa Petróleos, SA, empresa que já explorava aquele abastecimento.

O município paivense, ao renovar o contrato com a empresa proprietária do posto de abastecimento do centro da vila, vai receber uma renda anual de nove mil euros e um subsídio de cinquenta mil euros destinado “a comparticipar nas despesas com as obras de adequação e melhoramento das zonas circundantes ao posto de combustíveis, no sentido de facilitar acessos, melhorar a visibilidade e consolidar as condições de segurança”.

Montante igual já tinha sido entregue pela renovação anterior, em 2014, para as benfeitorias do parque infantil localizado ao lado da gasolineira, no largo do Ramalhal.

Há muito que a localização do posto de combustíveis é objeto de discórdia na vila e no executivo municipal. Na década de 90, a autarquia quis retirar dali o equipamento por se encontrar próximo do parque infantil. Na altura, os argumentos pesavam em favor da deslocalização, uma vez que pelo país estavam a ser retiradas muitas “bombas de gasolina” dos centros urbanos. Apesar disso, e do debate aceso sobre o assunto, na autarquia, naquela época, a Câmara Municipal acabou sempre por renovar os contratos de concessão e arrendamento com diferentes empresas de combustíveis.

A proposta de subsídio da CEPSA para obras no município de cinquenta mil euros pode ter pesado à continuidade da relação, mas mereceu o voto contra de um vereador da oposição.

A maioria absoluta aprovou a proposta de arrendamento por mais cinco anos, mas um dos dois vereadores da coligação PSD/CDS na oposição, Manuel Custódio, votou contra, “por defender sempre a deslocalização daquele equipamento do centro da vila e por ali se encontrar um parque infantil”.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT