A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Membro de Assembleia de Freguesia acusa Almeida Henriques de lhe vedar acesso a reunião

Edição de 9 de agosto de 2019
09-08-2019
 

Um eleito da Assembleia de Freguesia de Barreiros e Cepões diz ter sido impedido de participar numa reunião entre o executivo municipal e juntas de freguesia. Alega que foi convidado para estar presente no encontro que aconteceu numa quarta-feira à noite, mas que depois o presidente da Câmara de Viseu e, na altura, o vice-presidente, pediram-lhe para se retirar da sala. Mas, para os presentes na reunião, tudo não passou de um mal entendido, até porque se tratou de uma reunião partidária.

Manuel Pereira é membro da Assembleia de Freguesia. Ao Jornal do Centro contou que lhe foi transmitido pelo presidente da Junta a existência da reunião à qual poderia assistir. E assim o fez. Chegou à Associação de Aviúges, onde se realizou o encontro, e sentou-se na plateia. Diz que até foi cumprimentado pelos presentes e só mais tarde lhe foi pedido para se retirar, primeiro pelo então vice-presidente e depois pelo próprio presidente da Câmara. “Chegaram-me a dizer que podia ficar mas não podia abrir a boca. Acredito que me mandaram sair porque sou uma voz incómoda”, contou Manuel Pereira que foi eleito com o apoio do Bloco de Esquerda.

“A reunião era política. Que só dizia respeito ao partido (PSD). Foi um mal entendido, não deverá ter compreendido o significado da reunião”, esclareceu António Tavares, presidente da Junta de Freguesia de Barreiros e Cepões.

A mesma justificação foi apresentada pelo presidente da Câmara de Viseu. Almeida Henriques disse que se tratou de uma reunião partidária. “Ele abusivamente apareceu numa reunião que foi promovida pela Comissão Política Concelhia do PSD que tinha como convidado o presidente da Câmara. Estava lá como presidente, mas também como cidadão militante. O espaço até foi pedido pela Concelhia que, seguramente, pagará o aluguer da sala”, sustentou.

O autarca social-democrata esclareceu ainda que os convites foram feitos aos militantes e simpatizantes do partido das respetivas freguesias e que o encontro foi igual a outros que já se realizaram anteriormente. “O partido fez cinco reuniões para as quais me convidou e em que cada um cinco freguesias estavam juntas. Um encontro de avaliação e preparação das próximas eleições legislativas”, garantiu.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT