A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Nomeação de autarca para chefe de divisão da Câmara causa indignação em Viseu

Edição de 29 de março de 2019
31-03-2019
 

A nomeação do presidente da Junta de Freguesia de Repeses e S. Salvador para o cargo de chefe da Unidade de Atendimento ao Público na autarquia de Viseu deixou “desconforto” entre alguns trabalhadores que contestam o facto de estar numa posição para a qual não tem habilitações académicas.

A designação do presidente, José Coelho, que até agora tinha como função a fiscalização de obras do município, saiu no início do mês em Diário da República e a autarquia justificou com o novo Regulamento da Organização dos Serviços Municipais. Mas, para alguns funcionários do próprio departamento, a nomeação é “injusta”. “O município criou um departamento próprio para ele com uma remuneração de mais de dois mil e quinhentos euros apesar do senhor não ter habilitação académica, ganhando até mais do que alguns engenheiros”, relatou fonte ao Jornal do Centro que optou pelo anonimato.

“Ele entrou numa unidade orgânica de terceiro grau, que é abaixo de dirigente, mas ainda assim ganha mais que alguns engenheiros e ele só tem o nono ano”, disse ainda, acrescentando que a fundamentação para o cargo que agora ocupa foi feita também com base num “falso pressuposto”. “A fundamentação era para o cargo que ocupava e não para o que agora exerce”, realçou a mesma fonte.

O presidente da Junta, contactado pelo Jornal do Centro, optou por não prestar declarações para “não alimentar polémicas”, afirmando apenas que sabe o “valor” que tem.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT