A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Vouzela quer ser um destino sustentável

Edição de 2 de agosto de 2019
04-08-2019
 

O município de Vouzela vai implementar um Plano de Sustentabilidade Turística no concelho com vista a tornar o concelho “no primeiro território municipal” a receber o selo de “Biosphere Responsible Tourism”, que já foi atribuído a outros projetos turísticos do país.

Segundo o presidente da Câmara, para que todo o concelho receba esta certificação há primeiro que “implementar uma estratégia ligada aquilo que é a estruturação dos operadores e à preparação destes e de outros agentes locais para receber os turistas” que visitam o território sejam eles nacionais ou estrangeiros.

Neste projeto participarão não só os operadores turísticos, como as associações, as escolas, as instituições particulares de solidariedade social e até as lojas. Todos estes agentes irão receber formação na área do turismo para orientar e dar toda a informação necessária a quem visita o concelho nos domínios do património e até da gastronomia, não tivesse o município muito a oferecer aos turistas nestas áreas.

“Vão ser 27 ações que vão ser desenvolvidas durante dois anos para estruturar todas as forças vivas. A ideia é promover workshops e trabalhar a área do acolhimento do turista”, explica o autarca, acrescentando que “a valorização dos recursos ambientais e a gestão” são também áreas a focar durante o tempo em que o projeto estiver no terreno. “No final resultará na atribuição de um selo, o certificado de qualidade e sustentabilidade”, diz.

O Plano de Sustentabilidade Turística envolve um investimento total de 171 mil euros, financiado pelo Programa Valorizar.

A ideia é que as ações ligadas ao projeto comecem a ser implementadas ainda este ano. Rui Ladeira acredita que quando chegar ao fim, Vouzela será um destino turístico mais sustentável e competente e também mais rico.

“Este trabalho é uma grande mais-valia para um território municipal. Esperemos que no final estejamos mais competentes e capazes para continuar a receber os turistas, gerando economia”, conclui.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT