A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Almeida Henriques pede congresso e Luís Montenegro na liderança do PSD

Legislativas
07-10-2019
 

 

Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, pede um congresso para rever a liderança do partido social-democrata. “O PSD não conseguiu atingir nenhum dos seus objetivos, portanto não pode estar satisfeito com um resultado destes a nível nacional”, disse o autarca. Ao comentar os resultados da noite eleitoral de domingo, Almeida Henriques salientou a "vitória incontestável" no distrito por parte do PSD, mas que a mensagem do Partido não foi percecionada e a estratégia definida pela Direção Nacional do não foi a indicada. “O partido teve sorte de se ter mobilizado nesta campanha eleitoral e, se não fez mais, foi porque a Direção Nacional não quis que fosse feito”, sustentou.

Para o social-democrata, agora é tempo de convocar o Conselho Nacional e marcar um congresso e até já tem quem apoiar. Luís Montenegro, que já desafiou Rui Rio na liderança, é quem melhor se posiciona. As eleições internas representam um grande desafio, segundo Almeida Henriques, para quem for nomeado: “conquistar a sociedade para ganharmos as próximas eleições autárquicas e, depois, as legislativas”. 

Quanto à noite de eleições, o autarca disse que a vitória do PSD no distrito de Viseu foi bem conseguida e demonstrou que o partido se comportou “muito bem”, uma vez que ganhou as eleições em 14 dos 24 concelhos. Apontou também para o resultado do PSD o concelho de Viseu que “contribuiu de forma decisiva para a vitória no distrito”.

“O PSD ganhou as legislativas quando, há poucos meses, tinha perdido as europeias. Há, aqui, claramente, uma mais valia e o PS não pode cantar vitória porque não a teve”, fincou.

A ausência de Almeida Hnerques na sede de campanha na noite eleitoral foi notada, mas o autarca justificou com o facto de  “ter por cá pessoas de fora” e de “estar a viajar para Bruxelas”, lembrando, também, que não marcou presença na sede pela altura das eleições europeias.

 

A vitória do PSD no distrito, um dos conco onde os sociais-democratas ganharam, foi também analisada por Valdemar Pereira, presidente da Câmara Municipal de Tarouca, para quem os eleitores deram mais um voto de confiança aos quatro deputados que vão “representar o distrito e que vão, com certeza, reivindicar aquilo que falta no interior e que há muito, e por todos, é falado”, mas que nada se tem feito. São deputados que já conhecemos, sabemos do que são capazes, até porque o cabeça de lista, Fernando Ruas, também diz muito, não só a Viseu, mas também ao distrito por aquilo que fez no seu concelho”, referiu.

Quanto ao futuro do PSD, a nível nacional, Valdemar Pereira disse que agora é "tempo de reflexão". "Vamos esperar e ouvir, com certeza, gentes do PSD que têm algum peso no partido. Vamos ver se aparece alguma voz que nós entendamos que pode trazer alguma coisa de novo e aí poderei pronunciar-me mais sobre isso. Neste momento não vou fazê-lo, vou esperar”, rematou.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT