A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Sete milhões de euros investidos em Viseu para melhorar recolha de resíduos

25-02-2019
 

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, pediu hoje que haja uma maior preocupação com a deposição seletiva de resíduos, de forma a corresponder ao investimento de sete milhões de euros que está a ser feito.

No âmbito do projeto Viseu Recicla, que foi hoje publicamente apresentado, vão ser instaladas 406 novas ilhas ecológicas (346 de superfície, 58 semi-enterradas e duas enterradas), cada uma das quais composta por três contentores de recolha seletiva.

Almeida Henriques disse que a instalação será feita “desde agora até ao final do verão”, ficando o concelho com 755 ilhas ecológicas no total, uma vez que hoje existem 349.

Ao aumento da capacidade de deposição seletiva de resíduos juntam-se novas viaturas: três para recolha de resíduos indiferenciados (a gás natural, que entram em circulação a 02 de abril), cinco para recolha seletiva de resíduos (que entram imediatamente em circulação) e uma para recolha de resíduos junto dos comerciantes.

O objetivo é, segundo o autarca, “dar um grande salto qualitativo” na recolha seletiva de resíduos, passando de uma capacidade de cerca de três milhões de litros para uma capacidade superior a seis milhões de litros.

“Estão criadas as condições para que ninguém tenha desculpas para não fazer a recolha seletiva”, frisou Almeida Henriques, acrescentado que cada munícipe terá mais de 64 litros para deposição dos resíduos seletivos.

O projeto conta com 85% de comparticipação comunitária, cabendo ao município de Viseu o investimento de 711.321 euros.

Almeida Henriques disse que, futuramente, será possível contabilizar quais os bairros que mais separam o lixo, colocando-os assim numa espécie de competição, com atribuição de pontos que darão benefícios.

O autarca explicou que serão distribuídos cartões aos utilizadores do sistema que permitirão monitorizar e quantificar a quantidade de resíduos depositados.

De acordo com Almeida Henriques, em 2018, no município de Viseu, foram recolhidas nos ecopontos “três mil toneladas de resíduos que foram encaminhados para reciclagem, o que equivaleu a uma poupança de quase 282 mil euros”.

“Conseguimos melhor”, defendeu, apelando a um “comportamento cívico consentâneo com o investimento que o município está a fazer”.

O Planalto Beirão recolheu mais de sete mil toneladas nos municípios aderentes ao sistema, correspondendo ao de Viseu cerca de 40% da totalidade dos resíduos reciclados.

O projeto Viseu Recicla, que resulta de uma candidatura da Associação de Municípios do Planalto Beirão, no valor de 7 milhões de euros, conta com 85% de comparticipação comunitária, cabendo ao município um investimento que ronda os 700 mil euros.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT