A OUVIR 98.9 FM
           00:00:00 | 00:00:00        
      
  
 
        

Carmo’81 faz três anos esta sexta-feira

Carmo 81, Viseu, aniversário
23-08-2018
 

O espaço cultural Carmo’81, em Viseu, celebra esta sexta-feira (24 de agosto) a partir das 22h00 o seu terceiro aniversário com uma programação musical que promete prolongar-se pela noite dentro.

Nuno Leocádio, responsável do espaço que pertence à Acrítica - cooperativa cultural, revela ao Jornal do Centro que estão previstos três concertos para a festa, com as bandas Bruxas/Cobras e Ghost Hunt e o DJ Quesadilla. “São todos artistas que já passaram pelo Carmo’81, com estes ou outros projetos”, adianta o organizador de uma festa que, segundo o próprio, pretende ser “um aniversário de amigos”.

“Esta noite permite que seja assim e que possamos convencer os nossos amigos a virem celebrar connosco. Vai ser uma noite porreira”, assegura.

Quanto ao balanço, Nuno Leocádio diz que Viseu conquistou muitas coisas com o Carmo’81 em três anos e que o espaço provou que veio para ficar no cenário cultural da cidade.

“Era uma brincadeira de um grupo de amigos, mas é uma brincadeira que queremos levar a sério e já conquistámos o respeito do nosso público e de muitos artistas. Em três anos, o Carmo acabou por mostrar o que fizemos e o que ainda pretendemos fazer”, afirma.

Este ano o Carmo’81 abraçou um projeto diferente dos outros que já tinha organizado, com o ciclo Solos & Solidão, que arrancou em maio e irá prolongar-se até outubro. A dois meses do fim da iniciativa, Nuno Leocádio dá um balanço positivo, mas não esconde que o projeto trouxe novos desafios para o espaço.

O responsável realçou a peça “D. Audaxviator”, montada em junho na Igreja da Misericórdia, que foi um “grande desafio” que acabou por correr bem, e a apresentação do livro baseado no espetáculo, agendada para o próximo sábado (dia 25), num trabalho feito em parceria com Afonso Cruz e Jaime Raposo.

Além disso, Nuno Leocádio também destacou o sucesso da galeria pop-up “A Formosa”, inaugurada no passado dia 11 no âmbito do mês dedicado às artes plásticas, representando “um orgulho muito grande” para a organização do Solos & Solidão.

Para o futuro, o diretor do Carmo’81 já manifestou o seu desejo, fazendo votos para que o espaço criado em 2015 continue com o seu trabalho e tenha conseguido cativar as atenções do público e que haja mais apoios financeiros e patrocinadores a suportar o projeto.





  • 2002 - 2019 - Jornal do Centro é uma marca registada da Legenda Transparente, lda
  • Desenvolvido por: WLC.PT